169 - É, MUITO FÁCIL DE ENGANAR

19/03/2013 11:07

   A imagem com os dizeres acima, é de uma postagem no Facebook (link removido daqui a pedido do autor).

   Ao comentar a postagem, lembramos que o governador Mario Covas foi quem assinou a regra atual de educação continuada na Rede Pública de Ensino, que permite que alunos passem para o nível seguinte, desde que as faltas estejam dentro do permitido, mesmo sem ter aprendido o suficiente para evoluir para condições de vida melhores na sociedade. Acontece que as escolas particulares não seguem esta regra, onde a qualidade de ensino dessas escolas formam cidadãos com cultura adequada para a formação do cidadão consciente para o amanhã social, profissional e político, tanto no universo municipal quanto o estadual e o federal.

   Portanto, não é com belas palavras e argumentos acadêmicos que se explica a validade do vazio de um conceito escolar de educação continuada perverso adotado, que formam pessoas sem preparo nenhum para a vida social e/ou profissional. 

   Ampliar o debate para tentar, sem sucesso, justificar e/ou mascarar o que se sabe óbvio na educação pública, e não muda nada da realidade do ensino que estamos vendo, é admitir que se está produzindo, com esse modelo na rede publica estadual e municipal, "cidadãos" fáceis de enganar como no titulo desta publicação. Então, não dá para esconder a indignação com o que vem ocorrendo desde que esse modelo passou a vigorar e estar sendo aplicado, para produzir justamente o que se tenta defender com qualquer elaborada explicação inóqua.    

   Ora, seria esse o legado do governo de Mario Covas para a formação da massa da sociedade paulista ? É o que estamos vendo acontecer com este  modelo "inovador", indisfarçável na prática. Como dito, isso não ocorre nas escolas particulares, só no modelo aprovado por Mario Covas para o ensino público no estado. 

   Sim, nunca é cedo ou tarde para se aprender, mas não com esse modelo gerando pessoas incultas e certamente muito fáceis de enganar por falta de educação escolar que o torne realmente um cidadão consciente. Torcemos para que um governo estadual, realmente comprometido com o povo, mude esse modelo e permita que TODOS tenham acesso ao mesmo ensino de qualidade existente nas escolas particulares. 

   Discussões filosóficas, sociológicas e conceituais apenas fantasiam e adiam a solução, enquanto se mantém o status do povo nesse nível altamente reprovável, para continuar sendo enganado, E, mais, hoje o governo do estado, e também do município, está fazendo exatamente isso... Não tem como esconder... podem tentar, mas não tem... só ir em qualquer escola e conferir que é simplesmente assim.

    E pensar que tudo começou com a Escola Padrão do ex-governador Fleury, há muito tempo atrás, que certamente explica os políticos e empresários de hoje, que não temem o povo tambem de hoje... fáceis de enganar.

    Então podemos perfeitamente perguntar:

 

 

Voltar