222 - A FORÇA DA FÉ CRISTÃ !

28/07/2013 13:00

   Indiscutível a força da igreja católica e apostólica na visita do Papa Francisco I ao Brasil, mostrando ao mundo a união dos fiéis em torno da fé católica. Diferentemente da fé evangélica, fragmentada em várias igrejas com várias denominações, e longe da integração em uma só fé e catecismo universal, nascendo uma nova denominação de igreja a cada ano e de acordo com o gosto e os interesses de cada grupo evangélico.

   Viu-se em Aparecida do Norte e Rio de Janeiro o Papa Francisco I mostrando o mundo que a igreja católica  é una, com seus diversos segmentos, ordens, divisões e movimentos religiosos, e isso a torna realmente universal (católica) na fé cristã, ao abrigar e conter todos sob a liderança e orientação do Papa, do Vaticano.      

   Originalmente o apóstolo chefe da Igreja Cristã primitiva era denominado O Bispo (Bispo acima dos demais), depois Bispo de Roma e finalmente passou a ser chamado Papa ("pai" da Igreja) permanecendo assim até hoje.

   Após vários cismas a igreja católica se dividiu e deu origem aos Católicos Ortodoxos e aos Protestantes através de Martinho Lutero (padre Agostiniano), entre outras como a Anglicana na Inglaterra. Para se diferenciar dos protestantes seguidores de Lutero, os Luteranos, os demais passaram a se chamar Evangélicos em suas diferentes denominações e organizações como Igreja.

   Assim, queiram ou não uns e outros, e pode não parecer, mas não há igreja mais política que a católica, nem mais influente na sociedade e no poder de governo no mundo Cristão

 

Vejamos o registro histórico da fé cristã, todas a partir do cristianismo inicial:

 

1. Igreja Católica Apostólica Romana:

Conhecida como legado de Jesus, o Cristo, ao apóstolo Pedro e difundida por Paulo.

 

2. Gnósticos Cristãos

Doutrina filosófico-religiosa, ensinamento baseado na gnosis, termo grego que significa literalmente Conhecimento, trata-se do Conhecimento Sagrado (ou Sophia).

 

3. Luteranos

A ruptura de Luterano com os católicos, em 1517, lançou as bases para a expansão do protestantismo. Os luteranos condenavam o comportamento moral dos padres católicos e acreditam que a salvação estava nas escrituras sagradas.

4. Presbiterianos

Inspirados no teólogo francês João Calvino (1509-1564), pregavam a predestinação divina: ou seja, só os eleitos por Deus se salvariam. O teólogo holandês James Arminius (1560-1609) criaria depois outra vertente do presbiterianismo: o Arminianismo

5. Anglicanos

O rei inglês Henrique VIII (1491-1547) queria anular seu primeiro casamento para se unir a outra mulher. Após a recusa do papa Clemente VII, ele rompeu com a Igreja Católica e criou a anglicana em 1534, ficando livre da interferência papal

6. Batistas

O movimento anabatista já existia quando Lutero começou a questionar a Igreja Católica. Mas, como outras correntes protestantes, o movimento só ganhou expressão após a Reforma. Acabou dando origem à Igreja Batista.

7. Metodistas

Surgiram na Inglaterra no século 18, propondo reformar a Igreja Anglicana. Baseadas na crença da salvação pela fé em Cristo, as idéias metodistas não conseguiram mudar os anglicanos, mas deram origem a uma nova corrente protestante

8. Pentecostais

Começaram a aparecer no início do século 20 como uma dissidência dos metodistas. Em 1910, foi fundada a Congregação Cristã do Brasil; no ano seguinte, a Assebléia de Deus, e em 1962, Deus é Amor. Os pentecostais crêem na cura pela fé.

9. Neopentecostais

Fazendo parte do grupo a Igreja Universal do Reino de Deus, de 1977, e a Igreja Renascer em Cristo, de 1986. Os neopentecostais têm em comum a adoção da mídia para pregar aos fiéis, além dos cultos espetaculares e a realização de exorcismos.

 

10. Sociedades espiritas

Não são Igreja, mas acolhem todos os que buscam mais sobre o mundo espiritual, sejam de quais fé forem. Alland Kardec (fundador) e Chico Xavier (Brasil) são os maiores expoentes.

 

10. Escolas de Mistérios Cristão

Também conhecidas como Cristianismo Esotérico, são vertentes do Cristianismo compostas pelas escolas de mistérios, constituindo o que se conhece como a parte mística do Cristianismo, e que se propõe a transmitir os ensinamentos secretos do cristianismo, ou a alta espiritualidade cristã reservada aos Buscadores da Luz. Entre elas temos atualmente no Brasil:

Maçonaria (a mais conhecida)

Templários 

Rosa Cruz Áurea (Lectorium Rosacrucianum)

Fraternidade Rosacruz

Ordem Martinista (pós Elus Cohen, ou Sacedotes Eleitos)

Outras (maioria "dissidentes")

 

 

 

Voltar
Free Hit Counter