238 - O ANTES E O DEPOIS QUE SE CHEGA AO PODER

07/10/2013 09:56

  Concluindo as opiniões anteriores sobre chegar e estar no poder, e para esta abordagem, vamos lançar mão de um exemplo a partir da avaliação informal e superficial da atuação de um conhecido ex-oposição aqui de Várzea Paulista, hoje faz parte do governo, que antes era o que era e hoje deixou de ser o mesmo enquanto oposição, desvelando o como é "ser antes e depois que se chega no poder", e ver como é ser vidraça depois de ter jogado tanta pedra no telhado do adversário...

  Quando era apenas oposição dedicou-se a jogar pedras no governo do PT e a aproveitar qualquer oportunidade, minima que seja, para mostrar que o PV era a melhor opção para o governo de Várzea Paulista. Não era para ser diferente, fez o que fez, e hoje é governo como desejou. Para tanto:

 

- usou do movimento salve a serra do mursa para promover o PV, envolvendo moradores da região, ONG caminho verde, criou antipatias, vendeu e fez de tudo para assumir o controle da questão contra o loteamento e tudo o mais, inclusive atropelando "amigos". E hoje ? Vai impedir os loteamentos, prestes a ser lançados, que tanto criticou ferozmente durante a campanha ? Não faz campanha contra hoje porque agora é o governo que tanto queria, e não mostra disposição para impedir qualquer loteamento sob o pretexto de já ter sido aprovado pelo governo anterior... e ele sabia disso... E agora no governo tentou criar o COMDEMA, Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, em reunião "secreta", só com os "amigos"...

 

- participou da idealização do argumento estratégico na campanha para vencer as eleições, e marcou forte presença do seu candidato a prefeito no coração do eleitor depois de desgastar profundamente a saúde pública do governo do PT, dando nascimento à promessa e lançamento do Poupatempo Saúde, com o cuidado de que seu candidato a prefeito reafirmasse continuamente que Varzino tem que nascer na Maternidade da cidade. E hoje ? Nem projeto o governo apresenta, e sequer menciona isso... mas foi o que decidiu as eleições a favor contra o "vilão" PT,

 

- disse o que disse contra as obras do córrego do bertioga durante a campanha, que era encenação, que era manobra do PT para vencer as eleições, que era isso e aquilo, tudo para convencer o eleitor a ser contra o que interessa à cidade. E hoje ? O governo deu uma limpada inicial nas margens do córrego para mostrar que era importante o que tanto criticou, e usando da verba conseguida pelo PT. Onde está o mérito nisso de dar continuidade no que já estava em andamento ? É obrigação do governo, mesmo que tenha sido iniciada pelo governo PT anterior... mas o governo que representa não consegue dar continuidade na obra....

 

- falou um monte dos ex-prefeitos durante a campanha, tentou assumir o controle das opiniões das redes sociais, se fez de "moralista e democrático" sem deixar de mostrar, como um pseudo-ditador, suas "verdades" contras as "inverdades" dos outros... E hoje ? Mesmo comportamento ? Não está do mesmo jeito de antes ? Agora são os "outros" que estão criticando o governo que ajudou eleger e faz parte, do mesmo jeito que fez durante a campanha. O que a opinião pública diz hoje são "inverdades" agora que está no poder e não é mais oposição ?

 

- continua "vendendo" suas "verdades da mesma forma como vendeu a esperança do Poupatempo Saúde e Maternidade ao eleitor sofrido com a saúde pública aqui em Várzea Paulista. Mas e hoje ? Agora no poder, depois do imenso esforço para desacreditar a todo custo o anterior ante o eleitorado, o "seu" governo mostra estar fazendo coisas que os governos anteriores certamente não fariam: a licitação e contrato da iluminação do viaduto por R$ 147.608,99, coisa que a opinião pública inconformada quer saber sobre isso nas redes sociais, e também a redução dos salários do prefeito, secretários,  comissionados e designados... exemplos de como o governo atual lida com a administração pública...

 

- falou tanto dos buracos nas ruas da cidade, que o governo anterior não asfaltava, que a cidade estava intransitável, etc, e agora o "seu" governo asfaltando ruas e tapando buracos com verba aprovisionada pelo governo anterior... E hoje ? Onde está o mérito do que é obrigação do governo municipal, eleito para isso ? 

 

  Poderiamos apontar muito de como era antes e de como é hoje, e de como muitos o apontam como o quem realmente decide no governo, que quer controlar tudo e todos, que tem o legislativo na mão, etc... mas, apesar de tudo, o prefeito eleito (e não ele) é o único responsável pelo que acontece no governo justamente por ser o prefeito eleito, tenha ou não sido eleito baseado em verdades, inverdades, criticas, promessas e tudo o mais. Mas é ! Fizeram o povo acreditar nele e nas mudanças prometidas ! Foi eleito, e é o prefeito agora... e o único responsável...

  Mas a opinião pública questiona: só queriam o poder ? E agora ?

  Olhares muito atentos da opinião pública dão conta que o feitiço pode estar virando contra o(s) feiticeiro(s) e, inclusive, dentro do principio religioso cristão popular: "aqui se faz aqui se paga"...

  Finalmente, não se está criticando perfil no exemplo, mas tão somente mostrando como se é antes e depois que se está no poder... ninguém é isento das mazelas do poder, principalmente os eleitores...

   

 

Voltar
free web counter