250 - V.PTA: QUE SE PASSA ? DE VERDADE...

08/11/2013 08:10

  Guilhotina pronta ou não para nova "operação descarte", ainda está provocando taquicardias em uns e outros pela incerteza de estar ou não na "lista dos premiados", e não deixa de ser uma ansiedade perversa a expectativa se vai continuar ou não no "emprego" público.  

  Negociações percorrem angustiantes com quem talvez possa dar um "jeito" de garantir o "emprego", promessas evasivas são ditas por quem ocupa cargos que decidem (principalmente secretários), há o corre-corre aos vereadores em busca de apoio sendo que estes mesmos tem que defender seus protegidos. Um sufoco sem tamanho.

  Em meio a tudo isso temos um legislativo com muitos problemas internos, até articulação contra o presidente da camara parece existir, um legislativo cuja preocupação aparentemente é garantir vantagens e defender interesses pessoais de forma a não ter "surpresas" contrárias da parte do governo.

  O governo gastando o precioso "tempo de reconstrução" em reuniões e mais reuniões para discutir como sair do atoleiro em que sem meteram com as promessas de campanha, particularmente com o poupatempo saúde, maternidade e córrego do Bertioga, que tanto prometeram para vencer a eleição e estar no poder. Diariamente se vê nas redes sociais cobranças de todo lado, denuncias contínuas, e de todo jeito, contra a inépcia do secretariado e legislativo. A opinião pública parece que perdeu a confiança nos nobres vereadores e no governo municipal, e observam os que correm nas oportunidades para sair nas fotos dos jornais e redes sociais.

  Como "passar a limpo", segundo o secretário da comunicação, se os eleitores estão cansados da ladainha da divida herdada, do argumento da falta de dinheiro, segundo se ouve em todo canto ? Porque não vem a público e explica as dificuldades reais do governo por não conseguir fazer quase nada, em vez de ficar dando a impressão de estar caiando de branco o tumulo em que parece que se colocaram, tentando esconder o que todos estão vendo ?  

  Sabe-se de pessoas com altos cargos, inclusive de confiança, comentando pelas escondidas que o governo está péssimo. Nem mesmo os defensores de plantão conseguem mais convencer a si próprios, mas repetem o que pedem para se garantirem no cargo, mas já se sentem desconfortáveis.

  Ora minha gente, comentam e perguntam as linguas arredias com o (des)governo: que se passa ?

  Será que é porque não sabem o que fazer com o poder ? Não é o que queriam tanto ? Essa é a questão está nos sentimentos dos eleitores hoje...

  Fizeram o que fizeram na campanha, jogaram a opinião pública contra o PT, principalmente contra o ex-prefeito, e essa mesma opinião pública já começou a perceber que o PT talvez não seja o "monstro" que desenharam, e tem quem já prefere que eles estivessem no governo hoje. Pior retrato impossível.

  Prometeram o que prometeram para "dar um jeito" na Sáude Pública (carro chefe da campanha), até mesmo que já tinham verba garantida para a cidade, e nada mudou nem acontece. E com isso os eleitores já comentam que não acredita mais em mudança, nem no "tempo de reconstrução"...

  Então, que se passa ? De verdade...

 

 

Voltar
free web counter