337 - V.PTA.: O GOVERNO, OS GREVISTAS E A JUSTIÇA

07/06/2014 09:02

   Bem que o titulo desta opinião poderia ser "Os Feiticeiros e o Feitiço"

   No 10º dia de greve dos funcionários públicos aqui de Várzea Paulista, ontem 06/06, a paralisação dos serviços públicos ao menos está servindo para mostrar como o impasse está sendo tratado por ambas as partes.

   O ponto alto de ontem foi o despacho da Justiça local que, de uma forma ou de outra, contrariou as expectativas do governo e deu novo ânimo aos grevistas. Vejamos o resumo do 10º dia da greve:

   a) O governo entrou no dia anterior com pedido judicial no Fórum contra a greve, onde solicitou:

       - abusividade da greve,

       - desconto dos dias de paralisação,

       - ilegalidade da greve,

       - e a volta imediata dos trabalhadores ao serviço.

  b) Em certo momento surgiu uma nova proposta do governo, onde foi oferecido Vale Alimentação permanente de R$ 210,00, 2% da inflação em agosto retroativo a partir de maio e mais 2% em janeiro/2015. A proposta foi recusada na Assembleia em frente à prefeitura, que votou pela continuidade da greve.

  c) Mais próximo do fim do dia ficou conhecido o despacho da Justiça à ação movida pela prefeitura, onde o sindicato e grevistas entenderam nos dizeres que a greve não é abusiva (não é ilegal), mas que ainda pode não ser o despacho final se uma das partes apresentar contestação, podendo o autor (governo) se manifestar em réplica no prazo de 10 dias. O despacho oficial pode ser visto no link  abaixo:

http://esaj.tjsp.jus.br/cpo/pg/show.do?processo.codigo=I70000HMY0000&processo.foro=655

  Bom, esse despacho muda consideravelmente as tensões envolvidas na greve, já que:

  - o governo informou ter contado um a um os funcionários nos postos de trabalho, e que apenas 24% não compareceram no dia de ontem, 06/06,

  - com o despacho da juíza o governo vai apresentar à Justiça a Ata da última reunião do sindicato que antecedeu à greve,  entregue ao governo com 72 horas de antecedência, e também apresentar pedido de reconsideração,

  - com o despacho, o sindicato mais que depressa preparou nova vinheta para o carro de som circular pela cidade, convocando todos a protestar frente à prefeitura segunda-feira, 09/06, pela manhã,

   Ora, a partir de segunda-feira pode estar desenhado que, se não houver negociação que atenda os grevistas, o governo vai passar maus bocados se uma decisão judicial final for favorável aos grevistas. Isso já está visivelmente sinalizado pelos grevistas, e um acordo entre as partes, grevistas e governo, seria o ideal já na segunda-feira logo pela manhã.

  Enquanto o fim da greve não se resolve de uma vez por todas, a população continua aborrecida com o não funcionamento das UBS e Educação, que são os pontos que mais tem pesado aos usuários, que são eleitores, e o sindicato e governo sabem disso.

 

 

 

Voltar