398 - PRIMEIROS SINAIS DE COMO DEVERÁ SER O 2º TURNO...

07/10/2014 07:29

  

   As noticias das mídias na internet estão mostrando indícios de como vai ser este segundo turno para presidente da república, onde do lado do front da Dilma as apreensões se justificam, assustam e tiram o sono dos coordenadores da campanha do PT, enquanto do outro uma certa euforia muito contida.

   Bom, a “onda” Aécio está mais do que ameaçadora às pretensões de reeleição de Dilma, pois já parece contar com o apoio da Marina, para desgosto do PT. Quanto a isso, o site do MSN publicou que “a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta segunda-feira acreditar que os mais de 22 milhões de votos da terceira colocada na votação de domingo, a candidata Marina Silva (PSB), serão divididos entre ela e seu adversário no segundo turno da eleição presidencial, o tucano Aécio NeveS.

    Dilma, que como Aécio recebeu nesta segunda um telefonema de Marina para ser parabenizada pelo resultado da votação da véspera, disse que seria "uma temeridade" falar neste momento sobre como serão os apoios no segundo turno. 

   Mas a presidente frisou que os apoios não se definem apenas com base na visão de "uma só pessoa", após Marina ter indicado no fim do domingo que poderia estar ao lado do candidato do PSDB no segundo turno.”

  Se acontecer da Marina não apoiar nenhum dos que estão no segundo turno Dilma terá razão, não teria muito com o que se preocupar e poderia continuar sonhando com a certeza de que seria reeleita. Mas não é assim. Marina já sinalizou que vai apoiar Aécio se ele aceitar a inclusão de alguns itens de seu programa de sustentabilidade para o Brasil. Quanto ao PSB é outra história, é outro peso, a ser decidido pela liderança do partido. É um peso muito diferente e sem a força que Marina pode proporcionar a quem ela apoiar. Só relembrar o que aconteceu com o PV, que achava ser “dono” dos 20 milhões de votos que ela conquistou em 2010, e o que é hoje depois que ela deixou a sigla.

   Se Aécio aceitar as inclusões solicitadas por Marina em seu programa de governo, a chance dele ser eleito passa a ser real e perfeitamente realizável, inflingindo uma derrota amarga ao PT que tem muito a perder. Mas antes, o PSDB terá que tratar de cuidar e remendar as asas de Marina, que ele mesmo ajudou a cortar junto com a Dilma no 1º turno, coisa que Marina não parece aceitar da parte do PT. Vamos ver, vamos ver... estamos só no começo da fase do “DEPENDE”, e Marina é agora a "Jóia" mais cara e cobiçada neste segundo turno...

 

 

Voltar