416 - V.PTA.: CONVERSA DE CUMADRES

25/11/2014 10:56

Conversa de comadre em algum lugar desta cidade com mais ou menos 80 mil eleitores:

- Zéfinha: Mas comadre, o que é que te faz falar no presente como passado? Repare bem. Para retribuir o amor e o respeito que o povo de Várzea Paulista devia ter pelo prefeito que fez o eleitor sonhar junto com ele para se eleger, tem por José a mesma consideração e respeito que tem por Maria. Ora, José e Maria refletiram e concluíram que algo deveria ser feito para o bem do povo varzino.

- Maricota: Então cumadre, sonhamos e decidimos votar no candidato dos sonhos e da mudança prometida, que já estavam colorindo de verde as avenidas, adentrando suas casas e chamando todas as Marias para fazerem uma corrente que abraça a todos, fazendo com que em todo canto da cidade se repetisse a fala: “e vamos acabar com tudo isso que existe nessa política aqui de Várzea Paulista, vamos MUDAR TUDO”. E os Josés de todas as idades fazendo coro com as Marias, entoando hinos no dia da grande vitória, após as eleições. E fica tremulando a bandeira verde da cidade, que deveria ser do trabalho ético, da honradez, da palavra dada e cumprida, com respeito ao governo e ao povo, pois essa é a política que deveria estar fazendo o prefeito eleito, cujas maiores promessas foram ACABAR COM A FALTA DE REMEDIOS NOS POSTINHOS DE SAÚDE e o POUPATEMPO SAÚDE.

- Zéfinha: Sim querida, e você acredita que algo vai acontecer em Várzea Paulista que seja o diferencial do atual governo?

- Maricota: Sei não cumadre, pode ser que o prefeito, se contasse com a ajuda de bons secretários e assessores quem sabe conseguiria executar os projetos apresentados ao povo durante a campanha eleitoral. Deveriam merecer destaque a secretaria da Saúde, do Meio Ambiente, da Infraestrutra, da Educação e o Transporte Urbano. Essas secretarias possibilitariam fazer a diferença principal a um município que tem o privilégio de possuir a Serra do Mursa, região que possibilita caminhadas, reflexões, encontros com Deus e com as pessoas, e fazer dela o cartão postal para a valorização da cidadee, quem sabe, até turismo.

 - Zéfinha: É, agora como dar os parabéns à maneira de como os eleitos, tanto o prefeito como os vereadores, estão conduzindo o governo distante dos eleitores. Por enquanto dá para perceber que há algo muito estranho entre os membros da coligação e com os membros da "oposição", que não existe de fato no legislativo, mas que o Ministério Público parece que vai entrar em cena e acabar com a "festa”. Já devem ter pego umas "coisinhas" nas Licitações... Vai saber né não ?

- Maricota: Tomara que continue tendo gente que fiscalize, que fique de olho nas Licitações e nas placas das obras, boa parte sem explicações convincentes como no caso da escolinha Paulo Freire no Promeca. Por isso, comadre, vamos torcer para que o verde consiga amadurecer antes que fique podre por inépcia, tanto o poder executivo como o legislativo. Com essa integração nas cores do “faz-de-conta”, espero que não tenhamos uma “Cama” de Vereadores, cansados de não fazer nada, recebendo bons proventos e só comendo nas mãos do prefeito sem se preocupar com as necessidades e reivindicações do povo, mas que deveria sim ser uma Câmara de Vereadores atuantes e comprometidos com o povo e eleitores da mesma maneira como procuram garantir seus interesses. “Inté”, amiga comadre.

- Zéfinha: “Inté” 2016 cumadre, pra tentar nova mudança amiga, quem sabe acertamos trocando todos os eleitos que colocamos lá nesse governo... errar é humano né ? E podemos corrigir botando essa turma pra fora...

 

 

 

 

Voltar