441 - V.PTA: COMO ESTÃO AS OBRAS PUBLICAS ?

05/03/2015 08:32

   

   Depois de algumas tentativas, o Blog conseguiu um horário para conversar com o Secretário de Obras e Urbanismo aqui de Várzea Paulista para saber do andamento de algumas obras essenciais na cidade, e em que situação se encontra cada uma delas neste inicio de março/2015.

   Bom, elencamos 5 delas inicialmente para saber como andam e qual expectativa para término.

   São elas:

   1 – Viaduto Ponte Seca:

    Atualmente já se encontram prontas a rede de esgotos e as galerias de água pluviais nas ruas de acesso a partir da av. Duque de Caxias, e verificamos no local com pessoal da empreiteira contratada, a ENPAVI, que já estão preparando as guias para asfaltamento até final do próximo mês de abril. Isso pronto, será iniciado a próxima etapa a começar pela fundação (estacas) e alças de acesso, entrada e saída viaduto/marginal, e a expectativa é que o processo comece até o mês de maio.

   2 – Pró Infância do Jardim Itália:

   Obra iniciada e tocada com parte de recursos do município, esteve em ritmo lento desde final do ano passado, 2014, mas, agora com o pagamento em atraso à empreiteira efetuado, deverá retornar a normalidade nos próximos dias, tão logo, fique pronto a atualização de valores e de prazo previstos em contrato. Resolvido a questão do empreiteiro, que apresentou algumas dificuldades a serem conciliadas pelo governo, a obra já recomeça.

   3 – Praça de Esportes Jd. Do Lar (PEC):

  O que estava atrasando a conclusão e inauguração da obra era o atendimento ao processo licitatório, que está dividido em partes, onde os móveis, utensílios, etc., já foram comprados pelo governo. Desembaraçadas as questões pendentes no processo, restará somente cerca de 8% da obra para finalizar e com previsão de término em menos de 30 dias. Também está sendo estudado, já para este mês de março, a instalação do Cras Central dentro da praça.

   4 – Córrego Bertioga:

   Sendo outro calcanhar de Aquiles da secretaria de obras, o governo está fazendo o desassoreamento (dragagem, limpeza) necessários no momento atual, enquanto não terminar o período das chuvas para avançar sob a avenida Fernão Dias, onde a tubulação existente não comporta hoje o volume de água das chuvas. Segundo advertiu a empresa de engenharia especializada em bacias hídricas e contenção de cheias, contratada pela empreiteira Capelano, o projeto está baseado no estudo de 100 anos de Chuvas e que, após a complementação de todas as obras do complexo, permitirá 25 anos sem cheias. Como complementação e reforço a estas obras, o governo está providenciando licenciamento para intervir sobre o curso das águas do córrego, quando esse chega ao Rio Jundiaí, em perpendicular a sua Jusante, ou seja: o lado para onde se dirige a água corrente do córrego. Isso significa desviar o curso do córrego até o entroncamento à 45º com o rio jundiaí, propiciando maior vazão. Nesta etapa atual está sendo feito o atendimento às manifestações técnicas da CEF, pela Empresa Capellano e Secretaria de Obras que, retomando os trabalhos, será feito o alargamento, desassoreamento do leito e revestimento das bordas do córrego, indo da Avenida Fernão Dias até próximo a antiga sede do Sitio dos Padres, ou seja: até as obras do “piscinão”. A seguir, será iniciada as obras sob a Avenida Fernão Dias Paes Leme, aumentando a vazão para passagem das águas, o que será feito fora o período das chuvas.

   5 – UBS do Jardim Cruz Alta:

   Assim como o Pró Infância e outras obras, a UBS do Jardim Cruz Alta, também teve sua verba comprometida pelo governo anterior e, com a opção entre devolver o dinheiro aos ministérios (o que foi feito em alguns casos), ou fazer a construção com recursos próprios para que o nome da Prefeitura não ficasse negativado junto aos órgãos reguladores, o que impediria a obtenção de qualquer outro convênio, optou-se pela segunda, sendo que ao final de 2014 por falta de recursos, houve uma breve paralisação, mas que está para ser retomada nos próximos dias.

   Bom, sabe-se das limitações dos cofres públicos, ou falta de dinheiro, que dificulta o trabalho desta secretaria como um todo. De qualquer forma, deve ser reconhecido a dedicação e o esforço do secretário Josué Santana, que tem despendido maior parte do seu tempo diário, inclusive fins de semana, para procurar solucionar os MUITOS problemas existentes na cidade, que não são poucos. O que abordamos acima são as obras mais visíveis hoje pelos eleitores e oposição. Mas, tem mais...

 

 

Voltar