478 - COMO FICA V. PTA. NO VAI OU RACHA NACIONAL ?

06/07/2015 11:03

  Então, passadas as festas juninas 2015, pode ter sobrado ainda um Arriá. As noticias de que o governo Dilma está entrando em colapso político, incluído do PT, hoje ela está dizendo que "vai defender seu mandato com unhas e dentes", e a Convenção do PSDB fechando questão em torno de abreviar o mandato da presidente e convocação de novas eleições, neste domingo p.p., recolocando o senador Aécio Neves na direção do partido, o jornal O Estado de São Paulo publicando em sua coluna Opinião o artigo “O PT se mexe mas não sai do lugar”, abordando o ex-ministro José Dirceu e o PMDB em sua postura atual que indica não querer “afundar” junto com o governo federal, o cenário turbulento parece se caminhando para um bem provável desfecho: “Ou vai ou racha”...

   A matéria citada acima pode ser vista aqui:

   - “O PT se mexe mas não sai do lugar”

   Mas não é só isso, a Convenção Nacional do PSDB também é sintomática, já que defendeu a saída de Dilma da presidência e convocação de novas eleições.

   Também a matéria citada acima pode ser vista aqui:

   - “Em convenção PSDB defende saída de Dilma e convocação de eleições”

   E mais, já se desenha que o PMDB pode querer conquistar a Presidência nas eleições de 2018.

   Matéria sobre isso pode ser vista no Estadão e na Folha:

   - Estadão:  “Meta do ‘novo PMDB’ é conquistar Presidência”

   - Folha:  "Meta do 'novo PMDB' é conquistar Presidência em 2018"

   Como ser observado por quem gosta de política nacional, as coisas estão de fato nebulosas e turbulentas tanto no âmbito federal, como estadual e municipal.

   Mas, e aqui em Várzea Paulista ? Bom, aqui na cidade algumas avaliações ainda estão na gangorra do contraditório quanto ao governo municipal, que basicamente são:

   - Primeiro: a apresentação do S.O.S. Cidadão na câmara municipal, com todo o aparato de evento político,

  - Segundo: a inauguração da água potável da Sabesp no bairro Gauchinha e, claro, não podia deixar de ser um evento político,

   - Terceiro: Vem aí as inaugurações da UBS São José e da UPA, Unidade de Pronto Atendimento, que imprescindivelmente será usado para fins eleitorais em 2016,

   - Quarto: Algumas obras podem não serem inauguradas a tempo para as próximas eleições, como as do córrego do Bertioga e o novo viaduto na Ponte Seca, e isso pode contar pontos negativos além de ser usados pelos concorrentes na campanha eleitoral,

   - Quinto: As promessas do Poupatempo Saúde, Maternidade e a crônica falta de remédios nas UBS podem comprometer todo o esforço para reverter a rejeição até níveis que não impeçam sua reeleição,

   - Sexto: entre outras coisas...

   Ora, algumas pesquisas não oficiais, portanto sem valor legal pois não foram registradas, e que apontam o atual prefeito em queda bruta e rejeição na opinião pública, podem mostrar um novo impulso em seu interesse na reeleição nas próximas edições. O quanto de impulso, e se vai mesmo ter, isso só poderá ser visto, talvez progressivamente, nas próximas pesquisas. Mas uma informação é certa: ele, o prefeito,  marcou pontos a favor com a entrega da água da Sabesp no Gauchinha, pois era uma antiga reivindicação dos moradores. Entretanto, os moradores não estão se dando por satisfeitos, querem segurança, manutenção nas ruas do bairro, iluminação pública e que a empresa de transporte público cumpra os horários até o ponto final no bar do Zequinha.

   Um outro ponto que pode pesar fortemente contra a reeleição do ex-prefeito é o bairro Vila Real, onde sua avaliação está muito em baixa, e a insatisfação ao seu governo poderá lhe render perdas dos votos que recebeu daqueles eleitores, etc..

   Mas, enfim, com o fim da reeleição e o panorama político no cenário nacional não é dos melhores no momento para 2018, como será aqui em Várzea Paulista nas eleições de 2016 ?

   Boa pergunta... não é ?

 

 

Voltar