5l - Convenções - 11ª parte: Bastidores 5 - Análise parcial do momento político

21/06/2012 11:01

5l - Convenções partidárias 2012 - Várzea Paulista

      11ª parte: Bastidores 5 - Análise parcial do momento político

          21.06.2012

       Dentro do mesmo clima agitado dos últimos dias, nesta última quarta-feira, 20/06, repetiu-se nos bastidores da política de Várzea Paulista, os lances pelas alianças na luta por posições favoráveis e privilegiadas na composição.
      Vamos a uma primeira avaliação com base nos partidos com pré-candidatos a prefeito, conforme o atual momento político dos bastidores:

     

      No PCdoB há o que tem sido de mais desejado pelos demais candidatos a prefeito dos outros partidos: o Sr. Jr. Aprillanti como vice na chapa para disputar as eleições. Um personagem do facebook disse tempo atrás ser ele “o Jóia da Várzea”. E tem sentido. É jovem, já exerceu uma vice-prefeitura acumulada com a Secretaria de Infraestrutura, bom administrador, filho da cidade e com bagagem política da boa reputação familiar. Se colocarmos o holofote sobre ele, veremos que se justifica a intensa movimentação no seu gabinete no Diretório do PCdoB.
      A executiva confirmou ao Blog que Jr. mantém a candidatura para prefeito e que realmente mudou a data da Convenção para dia 30/06.
  
      Embora Clemente, pré-candidato do PSDB, possa admitir que uma coligação com o PV seria a base ideal para vencer com tranquilidade as eleições, também entende que se firmasse aliança com Jr. as chances de vencer seriam sólidas. Mas, político experiente, com mandatos de vereador, prefeito, deputado seguido de mais dois mandatos como prefeito, não pode ser descartada sua grande popularidade que lhe garante boa margem junto ao eleitorado na disputa pela prefeitura. E
mbora tenha confirmado sua candidatura com um pouco de atraso, vai enfrentar com disposição as dificuldades inerentes desta difícil campanha, levando em conta também as possíveis alianças que possa firmar e que estão em franca conversação. É o candidato com maior experiência em administração pública, e afirma que, se eleito, fará o melhor governo que Várzea Paulista já viu.

       Do lado do PV, Juvenal, que concorre com a experiência de mandato de vereador e uma administração de Secretaria Municipal, tem sido visto quase que diariamente no Diretório do PCdoB, em reuniões à porta fechada com Jr. Aprillanti, abrindo brechas à muitas especulações. Deve anunciar em breve a aliança com o PMDB, exceto se surgir uma reviravolta inesperada, e isso não está descartado conforme comentários, extra-oficiais, de que foi dado entrada no TRE-SP uma ação para reverter o comando transferido ao Dr. Cláudio Almir, atual presidente. Pode parecer a alguns que a “tomada” do PMDB da base aliada do PT seja o “troco” do PV ao PT que “tomou” o PDT para a base do governo, tirando a possibilidade do PV formar aliança com o PDT, mas isso é fruto de interpretações pessoais de uns e outros.  Por outro lado, o PV ainda não deve ter decidido sobre o vice, que comentam ter sido prometido a vários partidos que desejam participar da chapa, mas isso será decidido em função das possíveis alianças. Por outro lado, sabe-se que o PV tem estado apreensivo com o rumo que começa a se mostrar complicado pelos indicadores das pesquisas informais, que não tem valor para formar opinião pública e nem é permitido a divulgação desses dados, mas que a da ultima terça-feira confirma a forte queda nos números. A síndrome do Serra nas eleições 2010 é um sintoma que o PV não pode desprezar, e isso surge ameaçador.

    Finalmente temos o PT, também com conversações reservadas com Jr. Aprillanti em busca de uma solução de coligação. Mas aparentemente há um certo complicador entre o  atual prefeito e ele, mas que não impede que a chapa de Luiz Raniero, Lula, tenha 50% de chances de conquistá-lo a seu turno, com a intermediação de um conhecido negociador com bom trânsito em todas as partes. De qualquer forma é difícil prever isso como  viável, ainda mais com Jr. Aprillanti se mostrando decidido a concorrer para prefeito. Luiz A. Raniero, Lula, tem um bom currículo público: professor, já foi Secretario Municipal de Educação e é o atual vice-prefeito. Todos o admiram pela sua personalidade simples e simpática, nada há que o desabone em suas pretensões como pré-candidato, tem a maquina do governo municipal a seu favor nestas eleições, mas o que talvez possa pesar na campanha é certa insatisfação de alguns setores com os ditos funcionários públicos que foram trazidos de Campinas. Nem por isso deixa de ser uma indicação de bom e sério candidato.

      Nossa leitura de toda essa movimentação é que ainda permanece tudo indefinido, típico de bastidores nesta fase do “só Deus é quem sabe”, onde todos tem chances de fecharem alianças e saírem fortalecidos para disputarem as eleições para prefeito nas Convenções, e com o que tiverem em mãos. E porque ?  Porque não se deve duvidar de esperanças, elas podem se realizar, mesmo as mais improváveis !
      Portanto, as investidas continuam e estão a cada dia mais acirradas, revelando algumas palpitações e baixa/aumento de pressão arterial ali e acolá, mas entende-se que todos se salvam ! Pelo menos fisicamente. Assim é em todas as eleições durante os bastidores, que continuarão sob cuidados, e em regime de atenção, até o término das eleições !

 

 

 

Voltar