631 - V.PTA.: ASSEDIO MORAL PARA GARANTIR A REELEIÇÃO DO PREFEITO?

08/08/2016 08:32

  Bom, as Convenções Partidárias escolheu seus candidatos, e a partir de hoje até dia 15 de agosto todos já estarão tratando do registro da candidatura no Cartório Eleitoral.

  Enquanto isso as redes sociais estão começando a fazer a diferença nestas eleições 2016, principalmente denunciando manobras da politicagem que denigre os políticos aqui de Várzea Paulista, principalmente os do governo municipal e fora dele.

  Comenta-se nos bastidores, opinião pública e redes sociais que os servidores municipais estão sob assédio moral para garantir apoio à reeleição do atual prefeito. Tanto dizem ser verdade que tem uma denuncia no Ministério Público em andamento contra o prefeito. E mais, que os funcionários de todas as secretarias da prefeitura estão sofrendo pressão e ameaças de advertência, e até de demissão, para não comentarem para a população a situação real da administração do governo municipal, entre outras coisas.

  Sabe-se, inclusive, que os funcionários da prefeitura sequer podem curtir publicações do Blog e algumas postagens nas redes sociais, como é o caso de um funcionário de uma UBS, que já foi advertido uma vez e agora está sob ameaça de demissão por ter curtido novamente.

  Bom, já existindo no WhatsApp o grupo de comissionados no governo para apoiarem a reeleição do prefeito, segundo uns e outros sob a orientação e supervisão “militarizada” de  um “assessor” de comunicação, e até mesmo do próprio secretário, o que mais se pode esperar dos maiores interessados em permanecer no poder continuarem no poder, incluindo vereadores que sentem que não serão reeleitos?

  Não se sabe se o prefeito tem conhecimento disso, porque se souber e permite, bom, aí o governo está mesmo em situação de desespero para conseguir a reeleição a "qualquer custo". Mas certamente ele não deve saber, já que que se diz muito religioso e sendo cristão não deve admitir uma coisa dessa... mas, e os secretários e a coordenação da campanha eleitoral para a reeleição?

  Faltam menos de 10 dias para começar oficialmente a campanha eleitoral, e aí vamos ver que o pobre volta a ser o alvo dos abraços, atenção e interesse dos candidatos até o dia da eleição, depois volta tudo ao normal, ou seja cada um por si...

 

Voltar