636 - V.PTA.: COMEÇOU A "GUERRA" DEMOCRATICA ELEITORAL, DEMOCRATICA?

17/08/2016 08:13

  Então, nem bem começou oficialmente a campanha eleitoral 2016, como publicamos ontem sobre a “guerra” democrática, e já podemos ver os primeiros "ataques" e reveses políticos entre as partes concorrentes, notadamente entre os grupos da coligação do PSB com a coligação do PV e vice versa. Vejamos:

  1) o PSB entrou na justiça contra o prefeito na questão da “propaganda antecipada” no dia da festa dos motoristas, onde o padre da igreja católica  já se apresentou na justiça admitindo ter feito a “propaganda” sem saber que estava infringindo a lei eleitoral, segundo fontes dos bastidores. Entretanto, a parte que fez a acusação informa desconhecer o parecer da Justiça quanto a isso.

  2) O vereador Demércio distribuiu um informativo de prestação de contas do mandato à população onde, no informativo, comentou sobre várias denúncias contra o governo municipal. Claro, isso provocou a reação do PV através do vice-prefeito e ex-secretário da Pasta da Educação que, por sua vez, fez um Boletim de Ocorrência na Delegacia contra o vereador. 

  3) O SindVarzea, através de um dos diretores, Nicodemos, entrou na Justiça contra o prefeito por Improbidade Administrativa apontando uso do poder econômico e político do governo com fins eleitorais nos jornais da região.

  4) Outras duas novas representações entraram na pauta da justiça através do Ministério Público Municipal de Várzea Paulista, e novamente por Improbidade Administrativa contra o atual prefeito Juvenal Rossi, que agora já somam 5, sendo 4 em andamento e 1 em avaliação, só que nas abaixo aparecem o nome do secretário de governo e outros 2 citados em Ação Civil Pública nº 1002800-03.2016.8.26.0655, e os nomes do vereador Silso da Neves e do filho do vereador na Ação Civil Pública nº 1002798-33.2016.8.26.0655. Não se sabe o conteúdo destes 2 processos porque parecem estar sob segredo de justiça, mas aparece os dados principais no site do TJSP conforme abaixo. Se isso vai comprometer ou impugnar a reeleição do atual prefeito não se sabe, mas já está para parecer da Justiça:

1) Processo: 1002800-03.2016.8.26.0655

Classe:  Ação Civil Pública    

Assunto:  Improbidade Administrativa

Distribuição:    04/08/2016 às 19:01 - Livre

                        2ª Vara - Foro de Várzea Paulista

Controle:         2016/002506

Juiz:               Flávia Cristina Campos Luders

Valor da ação:  R$ 19.022,83

Partes do processo:      

Reqte:  MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Reqdo: Município de Várzea Paulista

Reqdo: Juvenal Rossi

Reqdo: José Raimundo da Silva

Reqdo: Valcir Nunes Gomes

Reqdo: David Alexandre da Silva

2) Processo:  1002798-33.2016.8.26.0655

    (Tramitação prioritária)

Classe:    Ação Civil Pública    

Assunto:         Improbidade Administrativa

Distribuição:    04/08/2016 às 15:42 - Livre

                     1ª Vara - Foro de Várzea Paulista

Controle:         2016/001984

Juiz:               Érica Midori Sanada

Valor da ação:  R$ 10.000,00

Partes do processo:      

Reqte:         MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Reqdo:        Município de Várzea Paulista

Reqdo:        Juvenal Rossi

Reqdo:        Silso das Neves

Reqdo:        Tiago Silso das Neves

   Da parte do grupo político do PV, comenta-se que o governo está preparando uma série de ações jurídicas contra o PSB.

 Os outros 2 candidatos à prefeito, Padok do PTB e Osmar do PP, aparentemente estão apenas acompanhando da "arquibancada" o desenrolar da “guerra” particular na arena do PSB vs. PV, tal qual expectadores de um jogo que pode favorecer quem está assistindo.

  Bom, e isso poucos dias antes da campanha eleitoral, e agora que as candidaturas estão registradas no Cartório Eleitoral, parece que a parte mais “sangrenta” da “guerra eleitoral” está prestes a começar...

  Vamos ver... 

 

Voltar