AMOR SEM HUMANAS MEDIDAS

22/03/2013 09:01

 

AMOR SEM HUMANAS MEDIDAS

 

Alma gêmea de minha alma,

Somente tua presença me acalma.

Aura inundada pelos Campos Elíseos,

Aventura contumaz em teu sorriso.

 

Minha vida em tua vida...

Amor sem humanas medidas.

Em meu corpo que milagres cingem,

vencendo quimeras, centauros, esfinges.

 

Luz a iluminar meu parco caminho,

Nessa vida só preciso de teu carinho;

Sou Édipo a decifrar enigma descortinado,

Sangue da Medusa em Pégasus transformado.

 

Ser-te-ei amor e dádiva até o fim,

Poeta mortal, imortal em mim.

Sejamos Andrômeda e Perseu

Quando me enlaçar nos braços teus.

 

Letra por letra, me representas

Nos teus versos sem emendas.

Para além do Monte Olimpo, eleva-me.

Com tua sabedoria cristalina, envolve-me.

 

Percorrendo espaços e dimensões,

Tempos, histórias, fábulas, invenções...

Somente contigo realmente existo

E não há nessa constatação algum mito.

 

Alma gêmea de minha alma,

Somente tua presença me acalma.

Minha vida em tua vida...

 

 

Voltar