82 - BASTIDORES PÓS ELEIÇÕES EM ALTA

18/10/2012 14:33

   Em meio às muitas especulações sobre quem serão os secretarios do novo governo municipal, corre em “off” que o PV deve inicialmente entrar com uma representação junto ao Conselho Superior de Magistratura em São Paulo, onde deverá também solicitar a substituição da Juíza e do pessoal do Cartório Eleitoral de Várzea Paulista. Comenta-se que os motivos seriam por conta de insatisfação da coligação do PV com a atuação da Justiça e Cartório Eleitoral de Várzea Paulista durante o período das eleições. Bom, pelo sim pelo não, não acreditamos nisso, mas tem quem acredita.

   Quanto a eleição dos vereadores, há boatos que o Tocera deve ser absolvido pelo TSE em Brasília e ter seus votos computados como válidos, e também um outro que diz que o PV (PTC+PMDB) representou contra o professor Luciano por propaganda eleitoral irregular. Portanto, se ocorrer a primeira possibilidade o Elton Mecânico assume a vaga do Professor Luciano automaticamente. Não tivemos como confirmar se isso é verdade, mas as chances de ser são remotas. Já na segunda não vemos possibilidades de que possa mudar os eleitos.

   Embora seja muito cedo e ainda na fronteira da especulação, mas entendendo que onde há fumaça tem fogo, já existem comentários de possíveis pré-candidatos a deputado estadual e federal: Diego Bueno, Eduardo Campos, Luciano Marques, Eduardo T. Pereira, Osmar Donizete, Damázio Sena, Jr. Aprillanti, João Victor (Bé) e outros que ainda estariam estudando a possibilidade e preferem aguardar o momento certo para anunciar a candidatura.

   Por outro lado, dizem pela cidade, com muita convicção, que Sueli do yakult (PT) e Diego Bueno pediram votos para o candidato a prefeito do PV, Juvenal. Não sabemos avaliar se é certo ou errado, nem o que isso representa. Entendemos que quem deve saber são os candidatos majoritários das coligações em que participaram como candidatos a vereador, e seus apoiadores na campanha. Mas, seria isso caso de infidelidade partidária ? Quanto a Sueli do yakult, vereadora eleita pelo PT, quando da ocasião da entrevista dela ao Blog, disse que não trabalhava na prefeitura, que não era comissionada, mas os comentários e folhetos espalhados pela cidade nas vésperas das eleições dizem o contrário. No caso do Diego Bueno os comentários se baseiam na possível questão de não ter sido o indicado para vice do Clemente, já que praticamente “segurou sozinho” o PSDB aqui na cidade, e também por ter muita amizade com o coordenador do PV na expectativa de ter um cargo no atual governo junto com seus apoiadores, Eduardo Campos e seu irmão Pablo Martins Bueno, especulando-se inclusive que foram convidados e que aceitaram.

 

 

 

Voltar