CANTO DA ALMA

27/12/2012 12:51

Autora: Joelma B.

 

Amor é poema

de versos brancos.

Não tento rimar diferenças...

são elas que me tornam
a outra parte que não sou.

Amor é poema
de versos livres.
Não corto minhas asas...
elas ruflam
para diminuir distâncias
e se dobram
para receber um abraço.

Amor não é soneto
nem elegia... é idílio
que recitam a meus ouvidos
ou emendas de alegria
que escrevo em alguma boca.

Amor é poesia...
é canto simples
que só a alma entoa.
E quando entoa
ilumina-se!

 

 

 

Voltar