Entrevista com Luiz A. Raniero, LULA - candidato a prefeito - PT

27/07/2012 15:33

     O atual vice-prefeito e candidato a prefeito 2012, recebeu o Blog bem disposto, tranqüilo, comunicativo e sem reservas. Em meio às suas responsabilidades como vice-prefeito e candidato, abriu uma “brecha” na sua lotada agenda para conceder a entrevista, sem deixar de transmitir sua natural simpatia, atenção e desenvoltura nas respostas. Todos que o conhecem pessoalmente sabem de sua simplicidade, humildade e boa vontade. A população está tendo nesta campanha eleitoral a oportunidade de estar próxima a ele para conversar pessoalmente durante as caminhadas.

     Vamos à entrevista:

 

1 - Como é estar vice e ser candidato a prefeito?

     Tenho que me desdobrar em uma dupla jornada, trabalhando como vice e candidato.

     De manhã estou no Comitê de Campanha, à tarde cumpro as tarefas da prefeitura e à noite participo diretamente da campanha. 

     Por estar no governo, sei o que está sendo feito na Administração Pública e quais são nossas prioridades. Temos muitas coisas a fazer, e o principal, sabemos como fazer tudo isso.

     Participo de todas as ações e faço isso porque gosto. Tenho vocação política, sei ouvir, ponderar e fazer o que é necessário pelo desenvolvimento da cidade. Mesmo em meio às exigências da população.

 

2 – Como vê as críticas ao Prefeito?

      Todo governo tem seu desgaste, o que é natural. Qualquer um que estiver no poder está sujeito a críticas, é inevitável, ninguém consegue agradar a todos. Não existe governo que consiga resolver tudo. Por exemplo, o investimento na Vila Real e região norte, que está sendo feito com verba especifica do PAC, não foi de uma hora para outra, teve um planejamento, requisição da verba e a execução. Não é simples como muita gente pensa. É o mesmo caso, das obras em andamento no Córrego Bertioga.

    As ações do Governo Municipal estão dentro das prioridades, o que não se consegue é fazer tudo o que deve ser feito ao mesmo tempo, mas fazemos dentro das possibilidades. A Prefeitura tem projetos prontos para os quatro córregos: Bertioga, em andamento, Promeca, Pinheirinho e do Piqueri/Tanabi/Paraibuna, mas por enquanto só conseguimos recursos para o Bertioga. Mas continuamos a buscar recursos para os demais e o mesmo está sendo feito em relação ao alargamento da Av.Fernão Dias/Duque de Caxias, entre outras prioridades.

 

3 – Como é seu contato com as pessoas na campanha?

      Estamos fazendo reuniões e caminhadas nos bairros, temos tido ótima receptividade e aceitação. Claro, as pessoas cobram, perguntam e opinam. São ótimas oportunidades para apresentar nossas propostas e explicar as ações do governo.

 

4 – O que mais tem chamado a atenção na campanha?

      A expectativa das pessoas. Estão preocupadas com o processo político nestas eleições e com a cidade. Vejo as pessoas com mais compreensão política, mais conscientes. Isso é muito significativo, principalmente na escolha dos candidatos que apresentam confiabilidade nas propostas.

 

5 – Espera ser eleito?

      Estamos trabalhando para isso, estamos indo às ruas, temos projetos concretos e perfeitamente viáveis. Estamos fazendo uma campanha limpa e voltada ao eleitor que, este sim, é o mais importante. O nosso compromisso na campanha é com a população, com a participação de todos.

 

6 – Quais seus principais projetos sendo eleito?

      Mudamos o patamar da infra-estrutura, estamos eliminando gradativamente as ruas de terra e garantindo a manutenção das vias públicas, investindo nos projetos destinados à juventude com áreas de lazer e cultura e, principalmente no que diz respeito à Saúde Pública, entre tantas outras prioridades.

 

7 – No que se refere a saúde, muito criticada, o que pretende fazer em relação a isto se eleito?

      O Hospital da Cidade é um grande avanço na área de Saúde. É um grande desafio procurar manter o hospital com atendimento de qualidade. A cidade está contemplada com UBS em todas as regiões. Entenda-se que o problema da falta de médicos é em nível nacional, não só local, mas vamos procurar criar mecanismo de incentivo para resolver isso.

      Outro ponto é a distribuição de medicamentos, bem como a possibilidade de aumentar a quantidade para atender a população da melhor maneira possível. Além de manter o diálogo com o Governo do Estado que é o responsável pelos medicamentos de alto custo e controlados.

     Com a inauguração da Maternidade teremos um grande avanço, mas queremos muito mais para nossa cidade.

 

8 – Como vê seus adversários na campanha?

      Espero que apresentem propostas viáveis e que façam uma campanha limpa, para que a cidade saia ganhando. Enquanto candidatos devemos respeito, transparência e franqueza para com os eleitores. Isso é o que todos esperam nestas eleições 2012.

 

9 – O que recomenda ao eleitor nestas eleições 2012?

      Que conheçam as propostas dos candidatos, conversem com as pessoas para saber mais cada um, tanto aos que concorrem para vereador, quanto para prefeito. Pois os que forem eleitos, serão as pessoas que irão cuidar da cidade.

 

     Comentários finais:

     Várzea Paulista cresceu muito nos últimos sete anos. Fechamos o aterro sanitário, acabamos com a falta de água, inauguramos um Hospital Público. Hoje a cidade tem um comércio forte, faculdade e em breve um shopping.

     Muito já foi feito, mas muito mais ainda pode ser realizado. É para isso que trabalhamos, para Várzea Paulista continuar seguindo em frente.

 

 

 

Voltar