Ivanir Dornelles - Candidata a Vereadora pelo PT

16/07/2012 16:20

   Casada, um casal e filhos, 45 anos, ensino médio completo, residente na Vila Real, iniciou-se na política por volta dos 12 anos na Pastoral Sem Terra em Guaíra/PR e reside em Várzea Paulista há 13 anos.

   Mulher simples, atenta e preocupada com o social, nos recebeu para entrevista com sua simpatia, seriedade, muita atenção e sem reservas.

   Vamos conhecer um pouco da vida social e política desta consciente e convicta mulher, em suas expectativas como candidata a vereadora :

 

   1 - Como se decidiu sair candidata a vereadora ?

        Foi a partir das necessidades da região onde estou morando. Antes não havia por lá um olhar político-social, mas que começou a mudar, e ter a atenção do governo municipal. A partir do momento das ações do governo atual, que deu início na regularização fundiária na região, ou seja: registro dos imóveis, começando pelas Quadras 1 e 2 da Vila Real, que estão prestes a receber as escrituras, bem como outras ações que estão em fase de andamento para dar melhores condições de vida aos moradores, que a região passou a ter um pouco mais de atenção.

        Vivenciando tudo isso, e com base nas necessidades do ser humano na região em particular, acredito poder atuar junto à população mais humilde em suas dificuldades e carencias, cujas necessidades nem sempre é atendida adequadamente. Há muito ainda o que ser feito, e espero poder contribuir mais ativamente.

 

   2 -  Como é sua participação no governo ?

         Até início de junho estava lotada na Secretaria de Governo, como Diretora do Depto. Político desde maio/2011. Anteriormente, março/2007 a maio/2011, atuei como Agente de Participação Popular.

 

   3 - Como é sua relação com Luiz A, Raniero, Lula ?

        É ótima, tanto que ele é meu padrinho na indicação e filiação ao PT.

        Conversamos regularmente com tranquilidade, mas sem deixar de cobrar ações e soluções do governo municipal.

 

   4 - Como é sua vida familiar e na comunidade ?

        Olha, meu marido é comerciante, meus filhos estudam, e não deixo de ser esposa, mãe e dona de casa, com todos os cuidados que a familia e a casa exige.

        Na comunidade participo com o mesmo sentimento de familia, do tipo mãezona mesmo. Procuro atender, ouvir, orientar e encaminhar todos que me procuram. Não faço distinção, atendo e converso com todos que buscam auxilio..

 

   5 - Como é sua participação na campanha ?

        Para mim tem que ser porta-a-porta, frente-a-frente mesmo, pois entendo que só assim voce está presente e diante do eleitor. Não vejo como o eleitor possa se lembrar do candidato que não falou com ele pessoalmente, que conheceu, conversou e trocou idéias. Não sou contrária à propaganda com folhetos, cartazes e santinhos, não é isso, acho que é válido e bom mesmo, mas o efeito de um contato direto e pessoal é o que fixa sua imagem no eleitor. 

       

   6 - Espera ser eleita vereadora ?

        Certamente que sim.

        Desejo contribuir com nossa cidade, não só na região norte, mas também com toda a cidade. Tem muito a ser feito e bastante a resolver em todos os aspectos, principalmente no que diz respeito à saude que é o mais urgente, sem esquecer tudo o mais.

 

        Comentários finais:

        "Que o mais simples seja visto como o mais importante! "

         Essa frase é Charlie Chaplin, e a carrego comigo por orientação do Frei Luiz de Guaíra/PR desde os 8 anos. Na época havia feito alguma coisa errada, não me lembro mais qual, e ele me chamou em particular para conversar e então me disse essa frase para que a levasse comigo pelo resto da vida. Então, quando vejo um ser humano passando por dificuldades e necessidades, é dessa frase que me lembro e que me impulsiona instintivamente a fazer alguma coisa para ajudar.

 

 

 

 

Voltar