O Debate da Fé e Política com os candidatos a prefeito.

15/09/2012 10:46

   O debate entre os 4 candidatos a prefeito de Várzea Paulista foi muito concorrido pelo público, principalmente pelos militantes, que lotaram o Salão Paroquial da Igreja da Vila Popular. Estima-se que cerca de mais de 1500 pessoas estiveram presentes.

   A Pastoral Fé e Política deixou a desejar na organização que, em parte, teve sérios problemas de última hora para a realização do debate, que só foi liberado pela Justiça Eleitoral pouco antes das 19:00h, devido insistência do PV em tentar cancelar o debate alegando falta de segurança, etc.. Segundo informações de quem participou da reunião com os candidatos e assessores jurídicos, Pastoral Fé e Política, Cartório Eleitoral e Justiça Eleitoral, o debate foi liberado com a ajuda do prefeito Eduardo T. Pereira garantindo a segurança no local do debate e convencendo a aparentemente relutante Dra. Flávia a se decidir pela realização do debate. Na reunião também foi negociado e reduzido a exigência de 400 para 250 convites convites por partido e o restante para população em geral, de forma que o povo tivesse maior participação no local (não sabemos se isso teve o efeito desejado).

   Com início por volta das 20:15h, a mediadora, após os preâmbulos introdutórios, convidou os candidatos a assumirem seus lugares após sorteio na presença dos mesmos, cuja entrada foi ovacionada com uma manifestação dos simpatizantes e militantes que lembrou a entrada dos times de futebol em final de copa, onde a do Lula Raniero se destacou pela força da manifestação e animação, mas todas tiveram sua presença marcante e demonstraram sua força. Resumindo, ficou patente a força da democracia quando todos estão unidos.

 

   No primeiro Bloco foi feita a leitura das regras e, após palavras do Padre Arno, foi realizado o sorteio e, pela ordem, Clemente foi o primeiro a apresentar seu histórico pessoal/político, seguido por Juvenal, Lula Raniero e Jr. Aprillanti.

   No segundo Bloco os candidatos responderam a questão sobre Esportes e Laser com seus projetos de governo nestas áreas.

   No terceiro Bloco apresentaram seus Planos de Governo, e essa foi uma das partes mais interessantes e aguardadas pelos presentes, pois mostrou o que cada candidato tem a oferecer à cidade se eleito. Com focos parecidos, mas concepções diferenciadas, todos abordaram as prioridades da cidade e se comprometeram a fazer uma administração mais justa e com ações voltadas para a população.

       Destacamos alguns pontos:

- Lula Raniero: Esporte e Lazer para todas as idades, conclusão da obra do córrego Bertioga, urbanização da Vila real, aumento do número de creches, implantação do ensino em tempo integral, construção de mais 2 viadutos e alargamento da Av. Duque de Caxias.

- Jr. Aprillanti: Dar ordem ao crescimento desordenado da cidade, reprojetar toda a rede viária e a mobilidade urbana, alargamento da Av. Duque de Caxias, o Hospital e UBS funcionarem como se deve, melhorar a fazer funcionar de forma eficiente e adequada o que já existe na administração pública, garantir a manutenção do asfalto e dar solução ao problema de creches.

- Clemente: Saúde como prioridade e Hospital de qualidade com atendimento 24h, restabelecer a Casa do Adolescente, construção de mais creches, creche para a 3ª idade, melhorar o sistema de ensino e desenvolver plano de carreira para os professores, segurança pública mais integrada com as 2 polícias e Guarda Municipal, reavaliação e melhoria do transporte público, construção do Terminal Rodoviário Municipal Integrado, construção de mais 2 viadutos, canalização dos córregos nos bairros, revitalização do esporte, cultura e lazer com inclusão social, e proporcionar 100% de asfalto na cidade.

- Juvenal: Criar o Poupa Tempo Saúde e com assistência on-line em alguns casos de exames, elogiou o governo atual com referência a criação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e criticou a existência de um único viaduto. A maior parte dos 5 minutos concedidos foi em comentários sobre a saúde.

 

   No quarto Bloco, os candidatos fizeram perguntas entre si com direito a réplica, e registramos as abaixo:

- o primeiro a perguntar foi Jr. Aprillanti ao Clemente sobre infraestrutura, que respondeu sobre o que a cidade precisa e o que deve ser feito.

- o segundo foi Juvenal ao Lula Raniero sobre saúde. A pergunta indicou um fundo de provocação, pois cobrou o uso de verba para a compra de medicamentos que não foi utilizada na integra pelo governo municipal. Lula respondeu que tem o melhor índice de saúde da região, logo atrás de Jundiaí, que o Hospital da cidade atende mais de 10.000 consultas por mês, que aumentou de 80 para 400 tipos de medicamentos gratuitos e sobre os demais desafios da saúde pública a serem superados.

         - o terceiro foi Lula para Juvenal sobre educação. O interessante foi o candidato do PV dizer que vai unificar a grade escolar e aplicar a fórmula de educação da cidade de Fernandópolis juntamente com uma empresa. Também afirmou que tem algo errado na Educação na cidade.

 

Nas Considerações Finais cada candidato teve a palavra livre para sua abordagem pessoal ao público presente:

· Clemente: Fez seu mea-culpa perante os presentes, referindo-se enquando prefeito, que errou como ser humano que é como qualquer um, mas que acertou mais do que errou, vai usar de toda sua experiência anterior para fazer o melhor governo que a cidade já viu e que vai corresponder à confiança de todos se eleito.

· Jr. Aprillanti: Agradeceu a todos e afirmou que vai fazer o governo que a cidade merece junto com a vice Joyce.

· Juvenal: Disse que se for eleito será o primeiro prefeito nascido aqui na cidade e que nunca fez oposição ao governo municipal.

· Lula Raniero: Agradeceu a todos também, e que vai governar com experiência e competência

   De modo geral, e como era esperado, a militância acabou por atrapalhar algumas vezes a fala dos candidatos com suas manifestações e foram advertidos pela mediadora, que soube conduzir o debate de forma calma e sem necessidade de penalizar ou retirar alguém. Do outro lado, os candidatos souberam contornar e manter a calma. Não houve incidentes.

   Quanto a qual dos candidatos se saiu melhor, isso fica por conta dos que assistiram a esta festa democrática e que vão fazer uso da avaliação pessoal na escolha do seu candidato dia 07/12. Alguns podem mudar seu voto, mas o debate deve servir principalmente para eles: os indecisos.

 

Obs.: As fotos são de Wilson Rogerio Moraes e Maria Angélica Dutra, disponibilizadas no facebook.

 

 

 

 

Voltar