O LÍDER REAL E O FALSO LÍDER

09/04/2014 07:11

Do texto de Anderson Cruz

Fonte: www.rh.com.br

No mercado, nós podemos encontrar vários cargos intitulados de liderança, aumentando a procura em troca de um razoável salário. No entanto, tais cargos não oferecem apoio intelectual pela parte contratante, isto é, as empresas esperam profissionais preparados e os mesmos são como o ouro no mercado capitalista: escassos.

Com as ofertas oferecidas nos meios de comunicação, encontramos o LÍDER REAL e o FALSO LÍDER.

 

FALSO LÍDER

Muito conhecido como "PSEUDO LIDER", possui (como característica principal) a dificuldade em formar seguidores, pois estes buscam seguir os exemplos e não as palavras proferidas sem baseamento influenciável. O FALSO LÍDER limita-se no amadorismo e dificilmente atrai as "melhores" pessoas à sua convivência por não investir em seu próprio desenvolvimento. Ele não possui competências de um verdadeiro líder, mas carrega consigo um título que o favorece em ser chamado como tal.

O FALSO LÍDER não é um líder que trabalha em favor da organização coletiva e sim, em função dos seus próprios interesses com o objetivo de ou alcançar alguma promoção pessoal, arrancar elogios da sociedade em que vive ou para se sentir melhor e até mesmo para ser lembrado. O conceito que ele aprende é: "Preciso dar ordens e os subordinados precisam obedecer, querendo ou não".
Esse tipo de líder é chamado assim porque aplica conceitos patronais através do vínculo contratual que é criado entre as partes - funcionário e chefe. 

A relação líder e liderado é bem ampla. No entanto, o PSEUDO LIDER mantém essa relação restrita e suas opiniões, na mente dele, não são sugestões... São decisões. Todo excelente líder é um excelente liderado, mas nós encontramos no mercado falsos líderes afirmando que possuem dificuldades quando não estão no controle. Diante disso, vale a dica - Se você não serve para ser liderado, também não serve para ser líder. Somente por ter sido posto em um cargo de liderança não o torna LÍDER REAL, pois o status que lhe foi atribuído o cegará, obtendo fracasso nos resultados finais.

 

LIDER REAL

Esse é o verdadeiro líder. Existem pessoas que nascem com a facilidade em se comunicar e liderar de forma positiva. Entretanto, elas precisam desenvolver essas habilidades de maneira que possam atender as expectativas de quem as solicitam. Por esse motivo, o verdadeiro líder investe sempre em sua capacitação e se atualiza para necessidades do mercado mediante suas responsabilidades. Capacitado cada vez mais, as pessoas tendem a segui-lo e a receber o conhecimento e a experiência dele.
O LÍDER REAL possui o papel de conduzir sua equipe ao caminho que ele acredita, ensinando e acompanhando na evolução. Com isso, a equipe tende a enxergar o que seu líder visualiza e essa parceria sólida aumenta as chances de excelentes resultados pelas atividades executadas. Os liderados sentem-se à vontade porque sabem que existe alguém que podem confiar.

O REAL LEADER é carismático, paciente, convincente, ético, honesto, coletivo, duplicador, formador, atencioso, coerente e solucionador.
Esse líder trabalha em função das necessidades e interesses de seus liderados, encurtando seus laços. Os liderados espelham-se em seu líder e quando encontram alguém nessa posição, motivado em ajudá-los, esses liderados tornam-se seguidores e nasce uma relação como a de pai e filho. Essa relação não é emocional, mas racional, onde o líder identifica o momento de chamar a atenção (com objetivo de fazê-los acertar) e o momento da sensibilidade em "passar a mão na cabeça".

O LÍDER REAL sabe com quem trabalha, conhece as qualidades e os defeitos dos seus liderados. Sabe quem possui mais facilidade em aprender e evoluir em menos tempo e conhece quem necessita de maior acompanhamento para assimilar e aplicar o que é ensinado. Ele minimiza os defeitos aparentes e maximiza as qualidades que, muitas vezes, são camufladas em meios aos receios e à desmotivação.

O líder verdadeiro é aquele que possui a competência em administrar pessoas com personalidades diferentes, mobilizando-as aos objetivos comuns. Sendo mais claro, liderar é apresentar às pessoas seu valor e potencial de forma que sejam aceitos e seguidos com espontaneidade e sem resistência. Ele é relacionável e possui, como seu principal objetivo formar as pessoas baseando-se em conceitos reais que contribuem para o melhor aprendizado e capacitação, ou seja, o papel do formador encerra-se quando o liderado aprende, realizando a duplicação de forma igual ou melhor que seu líder.

Um excelente líder é um excelente liderado e compreende que a humildade é o princípio de tudo. A liderança deve ser aplicada em qualquer ambiente, no entanto nem sempre o líder está na posição de líder. Existem situações em que o líder sente a necessidade de se colocar na posição de liderado e a humildade é fundamental para que isso seja aceito com naturalidade. O LÍDER REAL sabe que todas suas atitudes são referências e sendo humilde perante as pessoas, o respeito é conquistado sem muito esforço.

Portanto, o mundo está repleto de diversos líderes. Porém, todos estão enquadrados nas duas categorias citadas acima. Ao receber a proposta para assumir um cargo de liderança em uma organização, reflita e conclua qual tipo de líder quer ser e quais comportamentos você estará disposto a ter, para que seus resultados sejam satisfatórios. Deixo uma dica: Seja um LÍDER REAL, primeiramente, na sua casa e conquiste as pessoas que lhe conhecem, pois isso lhe servirá de grande amadurecimento em uma função profissional de liderança.

Descubra o líder que existe dentro de você, desenvolvendo suas capacidades mais profundas, capaz de torná-lo exemplo positivo para muitas pessoas!

 

 

Voltar
free web counter