SULINAR JOSE DE SOUZA- Candidato a vereador - PCdoB

10/08/2012 13:17

   O Blog entrevistou SULINAR JOSÉ DE SOUZA, 46 anos, casado, 2 filhos, residente no Jardim América III desde 1994, empresário e comerciante. De personalidade forte, sério, polêmico, decidido, determinado e consciente de suas ações e, muito seguro de si, transmite certo inconformismo com a política praticada na cidade que, a seu ver, precisa ser renovada, principalmente nos valores éticos e sociais.

 

Vejamos a entrevista:

 

1 – Porque decidiu ser candidato a vereador nestas eleições ?

      Fui vereador por 4 anos, de 2005 a 2008, e fiz o que me foi permitido e tinha que fazer , ou seja: cobrei, fiscalizei e denunciei o que entendi estar errado no governo municipal. Na eleição passada, 2008, fui suplente pelo DEM mas, com a cassação do vereador eleito Tocera, fui prejudicado na legenda devido a conseqüente cassação dos votos. Assim, o DEM deixou de ser interessante para meus projetos políticos, me filiei ao PCdoB e sou candidato a vereador para ajudar o próximo prefeito a fazer as coisas certas para a cidade e população.

 

2 – Espera ser eleito ?

      Estou trabalhando para isso, e conto com as pessoas que conhecem meu trabalho como vereador no primeiro mandato, fiscalizando, denunciando irregularidades e participando dos projetos da Câmara Municipal e do governo.

      De maneira alguma vou comprar votos, não é de minha natureza. Os votos conquisto com meu trabalho porque respeito meus amigos, simpatizantes e a população, pois os eleitores não são mercadorias de troca.

 

3 – Como é seu relacionamento com Jr. Aprillanti ?

      É amigo de antes da política. Fui excelente vereador enquanto Jr. foi vice-prefeito, ele ouvia e atendia as reivindicações dos vereadores. Não dá para ser bom vereador se o prefeito não for bom, e enquanto Jr. foi vice os vereadores puderam trabalhar melhor e fazer o que deviam fazer pela população.

 

4 – Se eleito, quais suas propostas ?

      Uma das principais é cobrar e fiscalizar a conclusão do asfaltamento da região norte, como também trabalhar junto ao prefeito para construção de casas populares, requisitar investimentos para melhoria na mobilidade do transporte nas vias públicas de acesso às marginais e região norte.

      A saúde também é prioridade, principalmente no que diz respeito à falta de médicos e medicamentos nas UBS, incluindo um Hospital Público de verdade.

     O esporte é outro fator que deixa muito a desejar na administração pública, com pouca atenção do governo municipal nos campos de futebol, quadras, áreas de lazer, etc..

     E tudo o mais que for necessário para dar a população melhor qualidade de vida e bem estar social.

 

5 – Como você vê a mulher na política ?

      Devia ser direito, concedido na Lei pela própria Justiça Eleitoral, que as mulheres ocupassem 50% das cadeiras nas Camaras Municipais. Na contagem dos votos na coligação, também deveriam ter direitos no proporcional, ou seja: o candidato homem mais votado ocuparia uma cadeira seguido da mulher mais votada na coligação, depois o segundo e a segunda, e assim por diante. Seria uma regra justa e perfeitamente democrática.

      Outra coisa que entendo a mulher na Câmara Municipal é que ela não se vende com a facilidade com que o homem se permite, elas são coração e razão combinados, não só razão. Elas tem o equilíbrio.

 

6 – Como você participa da campanha política ?

      Faço todo tipo de trabalho na campanha, tudo o que é necessário na divulgação, como: caminhadas, panfletagem, visitas e reuniões, colocação de faixas, etc. Não tem tempo ruim para mim, estou na luta.

 

     Comentários finais:

     Na vida política nunca fiz acertos, em nenhum momento, para prejudicar quem quer que seja, muito menos a cidade e a população. Fui o único vereador a fazer denúncias sérias e sem rodeios, inclusive contra o prefeito, meu aliado.

    Denunciei compra irregular de medicamentos, pagamentos de aluguel de imóvel desocupado, contratos de cargos “fantasmas”, pagamento irregular de cursos para pessoas de outras cidades com dinheiro público, divulgação de creches de um milhão de reais que nunca saíram dos projetos, compra irregular de milhares de litros de alvejantes com prazo de validade vencido e estocados em local impróprio. Fui o primeiro cidadão a denunciar o desvio de verba do FUSSBE na cidade, que se transformou em inquérito policial e obrigando a devolução da mesma. Recentemente fiz mais uma denúncia porque a prefeitura continua desviando a verba do FUSSBE.

   Tudo está registrado e documentado no Ministério Público para quem quiser conferir.

   Também quero acrescentar que fui o autor da fiscalização e denuncia ao MP de milhares de uniformes escolares e materiais escolares abandonados em um pátio de uma escola abandonada no sitio do Rocha.

   Sou candidato para e pelo povo, e não para o prefeito. Durante meu mandato como vereador fui o único, em todas as sessões, a fazer denuncias na Tribuna da Câmara Municipal. Ficar calado e omisso diante de tantas irregularidades, perante a opinião pública, não é da minha natureza. A população merece representantes melhores, pois os vereadores são eleitos e pagos para dar o melhor para a cidade, e não para eles mesmos.