Tania Maura Gomes - Candidata a Vereadora em Campo Limpo Paulista pelo PT

30/07/2012 10:10

   O Blog foi até Campo Limpo Paulista para conhecer e entrevistar TANIA MAURA GOMES, candidata e vereadora pelo PT. Mulher de personalidade, desinibida, coerente, decidida, corajosa, de superação e 100% ativista politicamente. Foi exonerada da prefeitura por não ter apoiado o governo municipal nas ações contrárias à população da cidade.

   Ex-Bancária, hoje funcionária pública municipal, divorciada, mãe e estudante de curso superior em História.

   Vamos à entrevista:   

 

1 – Está a quanto tempo na política ?

      Comecei nos anos 80, como bancária, no movimento de greve da época, uma das maiores ocorridas na história dos bancos. No dia seguinte, depois de uma entrevista a um grande jornal de São Paulo, fui presa e levada pelo DOPS por ter criticado o então ministro do trabalho(não fui torturada, mas apanhei e ouvi muitos "elogios").

      Estive no Amazonas (morei 05 anos fora de São Paulo), foi lá que também interagi, participando do movimento da população local contra a invasão da mineradora que pretendia desapropriar as terras na reserva dos índios Ianomâmi (fiquei em Boa Vista por 08 meses). Depois disso voltei para S.Paulo e montei uma empresa para trabalhar com eventos, por uns 9 anos, afastada da ação direta mas sempre atuando politicamente de forma indireta.

      Em 1995, após mudar para Campo Limpo Paulista-Botujuru, onde afastada dos movimentos da capital, comecei a vender pães caseiros nas ruas comecei assim a interagir bem de perto com as pessoas e a comunidade local, vendo suas necessidades e dificuldades.  Nessas andanças conheci uma personalidade da política atual que, vendo minha facilidade no contato com as pessoas, me ofereceu um trabalho no bairro de inspetora de alunos,onde fiquei  de 2002 a 2008. Em 2008, ao deixar a prefeitura da cidade, passei a atuar na política local mais diretamente, principalmente na conscientização e responsabilidade política dentro da comunidade, com destaque para a juventude. Fiz e participei de muita coisa e hoje sou candidata a vereadora, não porque foi a minha escolha! Mas por cobranças das pessoas que me conhecem. De certa forma, o que me impulsionou foi o apoio dos amigos, vizinhos, simpatizantes.

 

2 – Quais são seus projetos essenciais se eleita vereadora ?

      São muitos, porém pretendo dar prioridade à vida como um todo. Particularmente na saúde que é um problema de nível nacional. A questão do repasse do governo nesta área é em função da quantidade de atendimentos, e quanto mais atendimentos, MAIS verbas a cidade recebe do SUS. Inicialmente este seria o maior entrave na área de saúde, dificultando a qualidade do atendimento que hoje vemos ser deficiente, de má qualidade e de poucos investimentos. Como os valores repassados são muito pequenos, existe o prêmio de  produtividade na área de saúde, hoje um médico ganha um salário baixíssimo para atender e diagnosticar doenças em vidas humanas, correndo o risco de até mesmo errar devido ao cansaço e stress diante de tanta cobrança aplicada pelo sistema é claro!  Como mudar isto?  Oferecendo junto com a comunidade,discutindo através de oficinas de cidadania, nossas prioridades e oferecendo aos profissionais de SAÚDE, condições e salários compatíveis, tentando reduzir e dar qualidade ao atendimento médico, tirando a produção humana e colocando a qualidade; pois nossa vida não tem preço!

 

 3 – Espera ser eleita ?

       Não é fácil! Principalmente no momento atual,onde a política não possui credibilidade diante dos olhos do povo.

      Hoje cada panfleto/cartão que entrego na mãos das pessoas que se interessam pelas minhas propostas e querem ouvir mais, saber mais! Considero uma grande vitória. Fui chamada de sonhadora, mas vejo muitos sonhadores e isso me faz acreditar que posso ser eleita sim.

 

4 – Como é sua relação com o candidato a prefeito, Dr. Japim ?

      Ótima, tanto com ele quanto com o vice. A composição da chapa é perfeita no meu modo de ver, Dr. Japim é médico e atuante junto ao povo, Odair Ito, morador e filho da cidade, possuí grande conhecimento no Esporte ,ambos almejam MUDANÇAS,com propostas e projetos viáveis a nossa cidade.

 

5 – Como vê a participação da mulher na política ?

      Olha, fico triste ao pensar que poderíamos ter mais mulheres ativas e participantes na política. Porém, sinto também que isso está mudando. Hoje quando falo,ou conversamos dentro dos ônibus, percebo maior interesse em interagir das mulheres, e isto é muito bom!

      Tenho participado de vários movimentos e vendo de perto mais de 8.000 mulheres na Marcha Internacional das Mulheres, agora em maio/2012. Estive com elas e senti a disposição para vencerem as barreiras impostas pela sociedade. Recentemente, em maio/12, estivemos na FACCAMP com um evento que tratou da questão da violência contra a mulher.

 

6 – O que gostaria realmente de fazer em favor da cidade, se tivesse o poder ?

      Gostaria de reativar, da 5ª à 8ª série do ensino fundamental, a matéria, como disciplina escolar, de Organização Social e Política Brasileira, OSPB, que é a base da formação do cidadão. A partir daí teríamos uma real formação política, social, democrática consciente, meu sonho de consumo  é "ver O POVO PARTICIPANDO"..

 

     Comentários finais:

    Gostaria muito,que todos os eleitores e cidadãos fizessem uso da sua cidadania na escolha de seus representantes, COM RESPONSABILIDADE, usando o mesmo critério de avaliação quando vamos procurar emprego. Olham nosso currículo, olham nosso histórico e escolhem os melhores. Afinal! Estamos assinando uma procuração em branco para um grupo nos representar.

 

 

Voltar