V.PTA. - 05/06: FUNCIONALISMO EM SEU 9º DIA DE GREVE

05/06/2014 06:51

  Ontem, 04/06, os funcionários públicos de Várzea Paulista votaram às 14:20h pela manutenção da greve por tempo indeterminado, uma vez que o governo não atende as reivindicações da categoria. Ontem não houve nenhuma negociação ou entendimento que permitisse sair do impasse. O governo se mantém fechado em sua proposta e o sindicato na dos grevistas.

   Do lado do governo há o esforço em convencer os funcionários das secretarias em aderir ao que propõe (R$ 210,00 de Vale Alimentação e 1,5% da inflação no salário). Aparentemente uma parte voltou a trabalhar, principalmente na infraestrutura, mas não representantivo como o governo imaginou.  

   Os serviços públicos estão precários para a população e, mesmo o governo abrindo algumas portas como a do  Mais Fácil, o municípe se ressente com a falta de funcionários no atendimento, e mais ainda com as creches, escolas e UBS sem funcionar.

   Da parte dos grevistas, eles mostraram a força que o movimento tem com a maciça presença na votação pela continuidade da greve. 

  Pouco antes da votação pela continuidade da greve, o advogado do sindicato explicou aos grevistas a questão do ajuizamento da greve por parte do governo, e porque o sindicato não ajuizava. Comentou que uma vez ajuizada a greve, a Justiça apenas julgaria o mérito da greve, e como se trata de greve do funcionalismo não entrará no mérito do aumento com ou sem inflação, ou seja: somente será julgado se a greve é abusiva ou não abusiva.

   Se a Justiça declarar a greve ilegal, abusiva, eles serão obrigados a voltar ao trabalho sob risco de penalização dos dias não trabalhados serem descontados, entre outras coisas. Se for declarada legal, ou não abusiva, o governo continuará com a precariedade dos serviços públicos e será obrigado a negociar em têrmos mais convincentes aos grevistas.

   Encerrada a votação da Assembleia, o pessoal se dispersou para voltar hoje, 05/06, das 10 às 14h em frente à prefeitura. 

   Não fizeram passeata ontem.     

 

 

 

Voltar