V.PTA. E A MANIFESTAÇÃO 15/03/2015

16/03/2015 08:58

   A manifestação de ontem, 15/03, estimada em mais de um milhão de participantes, mostra que a indignação dos eleitores para com o governo foi maior que o imaginado, e chegou aos níveis das manifestações  do “DIRETAS JÁ” de 1988, do qual os ex-presidentes Lula e FHC participaram. Na sexta, 13/03, manifestações pró-governo organizadas pela CUT e MST não teve o impacto que a de ontem mostrou. É para os governos federal, estadual e municipal se preocuparem de fato, pois se a de 2013 esfriou, a de ontem parece que reacendeu os ânimos com mais intensidade.

   Aqui em Várzea Paulista a manifestação, organizada pelo pré-candidato a prefeito Osmar Donizete, Sulinar de Oliveira e participação do Ambientalista Pedroso, reuniu um pequeno grupo de pessoas com um caminhão de som e, mesmo assim, foi realizada de forma simples e ordeira. Pode ser que o tempo fechado indicando chuva eminente não entusiasmou os eleitores a participar.

   Por volta das 15:10h, a concentração na Praça Ayrton Sena contabilizava cerca de 15 pessoas, que aumentou até às 15:40h para cerca de 50 pessoas quando então começou a se movimentar em direção à Av. Projetada ao lado da prefeitura, com a participação de carros apoiando o movimento. No trajeto as palavras de ordem e discursos inflamados dos organizadores pediam: “Fora Dilma”, “prendam quem roubou a Petrobrás”,  “Queremos reforma política já”, “investiquem as empreteiras”, etc, incluindo até a Friboi.

   No meio do percurso o discurso endureceu contra o governo federal, disparando contra a corrupção, a péssima qualidade da educação, retorno do Fies, criticas ao desarmamento e outras reivindicações. O transito na avenida Fernão Dias ficou lento porque a faixa em direção ao centro foi ocupada pelos manifestantes. A GM ficou estacionada em frente a CPFL observando a movimentação.

  Chegando na avenida Projetada, ao lado da prefeitura, o caminhão de som estacionou e os coordenadores discursaram por bom tempo, inclusive contra co governo municipal. As criticas apontaram para a falta de transparência no site da prefeitura, a falta de medicamentos, falta de atenção para com a cidade, péssima atuação dos vereadores que estão distantes da população, ruas esburacadas, etc. Um morador da Vila Real, Paulinho, criticou também o descaso do governo para com o bairro e região.

   O transito continuou congestionado na Fernão Dias, com os motoristas passando lentamente para ouvir trechos dos discursos dos manifestantes.

  A manifestação, que transcorreu tranquila e sem incidentes, terminou por volta das 16:45h, com os organizadores agradecendo aos participantes e público presente.

 

Voltar