530 - V.PTA.: POLITICOS INOCENTES, ACIMA DO BEM E DO MAL

12/11/2015 10:58

  Se tem algo que deixa o eleitor “engasgado”, injuriado, irritado, estressado e tudo o mais, é um representante público eleito ou não, que se acham acima do bem e do mal, desrespeitando inclusive a quem lhe deu o emprego no cargo que ocupa. E não é possível que o prefeito não tenha noção disso, deve ter. 

  No caso de alguns vereadores, que é de completo conhecimento da opinião pública, temos os que se acham acima das instituições e leis estabelecidas, usando de artimanhas, malfeitos e “autoridade” para se beneficiarem no cargo que ocupam sem serem “importunados”, e ainda querem ser bajulados e “temidos” até mesmo por quem os elegeram. 

  E tem mais, tem os tais “assessores” que intermediam "conflitos", os defendem e aconselham, certamente porque eles mesmos não sabem muito o que fazer para se “defender” do que eles mesmos fizeram e fazem. Tem ainda mais, alguns até usam do expediente de tentar intimidar quem os criticam e apontam seus malfeitos e artimanhas. 

  Ora, esses “inocentes” ainda querem ser reeleitos se comportando como se não tivessem nada a ver com o que fizeram e fazem, tal qual alguns secretários, adjuntos e assessores da equipe do governo executivo municipal, e não são poucos. Aliás, o que todos esses “inocentes” usam como defesa são os argumentos: “são calunias”, “são inverdades”, “querem me derrubar” (essa é “ de lascar”, segundo línguas afiadíssimas), “não existem provas”, “a justiça vai mostrar que sou inocente”, e por aí vai. 

  Especulações, verdadeiras ou não, dizem que tem até vereador garantindo aos “chegados” com problemas: “não se preocupe e fique tranquilo que eu resolvo, sou vereador”... Bom, dizem inclusive que tem secretário e “assessores” que andam dizendo também a mesma coisa. Com isso, as chances do atual prefeito se reeleger vai ficando cada vez mais distante com uns e outros “blindando” ele como medida de “proteção” (dele mesmo ?)... 

  Enquanto isso o desgaste está aumentado a cada dia, os discursos já não “colam” porque o eleitor está vendo e sabe que não é como estão dizendo e, pior, as eleições 2016 é o ano que vem...

 

 

Voltar