V.PTA.: PARTIDO PROGRESSISTA REALIZA REUNIÃO PARTIDÁRIA

01/03/2016 08:43

 

  Com a aprticipação de cerca de 150 pessoas, o PP, Partido Progressista, fez ontem, 29/02, sua reunião partidária no Boulevard Villa Ingleza às 19:30h.

  O pré-candidato Osmar Donizete fez o discurso, e foi incisivo quando abordou questões políticas da cidade, particularmente quanto ao atual governo municipal, não poupando criticas sobre as deficiências da administração pública e câmara municipal, e comentando suas proposições para a cidade.

  Um dos pontos fortes no inicio do discurso foi a necessidade da redução dos cargos comissionados, e que a contratação de pessoal não deve ser por acordo político mas por pessoal qualificado para o cargo. 

  Criticou abertamente um dos partidos da base aliada do governo municipal que não tem histórico de fidelidade, ou seja: que em todo final de governo observa o cenário político da cidade, para apoiar outro candidato a prefeito que esteja bem colocado junto ao eleitorado e com mais chances de vencer as eleições, abandonando a base aliada para tentar se manter no poder. Citou os governos do qual o partido em questão esteve presente, desde o governo do ex-prefeito Clemente até o atual.

  Foi um discurso forte, inflamado e contundente. Denunciou os bastidores da questão dos loteamentos na região do Mursa, do transporte público municipal, do trânsito, da segurança pública, do esporte e de outros serviços municipais, bem como o porque estão ineficientes e deixando muito a desejar segundo seu entendimento.

  Terminado o discurso, passou a responder perguntas dos presentes. Explicou a questão da prefeitura e a divida herdada pelo atual governo, onde a divida de cerca de R$ 91 milhões contém na maior parte a divida pública de outros governos, e não só do governo anterior. Quanto a isso, comentou que que o governo atual jogou toda a culpa no governo anterior do PT.   Comentou também as muitas verbas e convênios deixado pelo governo anterior do PT que não foram adequadamente aproveitadas, que mudaram projetos em andamento como o do córrego do Bertioga só porque eram do PT e convênvios que perderam por descuido administrativo, e muitas questões referentes à Maternidade, cujos equipamentos estavam disponíveis no hospital quando o atual governo assumiu, à UPA que ainda não está pronta e a falta de medicamentos. 

  Muitas outras queixas foram colocadas pelos presentes e todas foram respondidas pelo pré-candidato, particularmente as graves questões e denuncias referentes ao atual governo municipal.

  A reunião terminou por volta das 21:50h.

  Clique na imagem para ver o vídeo

 

 

 

Voltar