A quarentena em Várzea Paulista e os casos confirmados de Covid-19

Então... o presidente da câmara municipal de Várzea Paulista, vereador Guilherme Zafani, publicou vídeo (acima) em rede social com criticas à quarentena na cidade, no qual diz ser contra. Nesse ponto parece ter suas razões, já que Várzea Paulista é uma das muitas cidades do Estado de São Paulo com baixíssima incidência de casos do Covid-19, que registra 7 casos confirmados de contaminação. Comentários dos bastidores diz que 5 são da região da Vila Cristo (que incluí os 3 óbitos), 1 na região do Bertioga e 1 ainda desconhecido. Ainda tem 4 óbitos em investigação (aguardando resultado dos exames). Segundo os bastidores, a quarentena, decreto de prerrogativa do prefeito, permite ao governo municipal fazer compras sem os entraves e lentidão burocrática das Licitações, o que, tecnicamente, agiliza a aquisição de produtos e insumos no combate ao coronavírus. Sabe-se que o governo municipal está adquirindo com urgência cerca de 50 testes rápidos para exame de todos os idosos da casa de repouso onde ocorreu a maior parte dos casos já confirmados na Vila Cristo, supostamente trazido pelas visitas de familiares. E, claro, o Ministério Público deve estar atento e fiscalizando o uso do dinheiro público nas compras emergenciais no combate ao Covid-19. Hoje está previsto uma reunião às 10h entre o governo municipal e vereadores, na qual o prefeito se propõe informar e esclarecer dúvidas da quarentena, mas não se sabe se todos os vereadores irão participar. Quanto aos vereadores, especula-se que 5 deles estão contra a quarentena, e que há mais 1 vereador da base do governo também contra. Quanto aos Guardas Municipais infectados, o governo municipal emitiu uma Nota a respeito, que pode ser vista clicando aqui. Pelo sim pelo não, até o momento não se tem notícia de que o governo municipal e vereadores irão reduzir seus salários, em solidariedade à população prejudicada, sem renda e impedida de trabalhar nesta quarentena... Oremos...