A UPA e o desgoverno Juvenal em Várzea Paulista...

Um governo que dizem que se elegeu enganando o povo varzino e, mesmo depois de sete anos de gestão, não perdeu essa prática nefasta. A promessa do então candidato a prefeito, e sua principal plataforma eleitoral, era melhorar consideravelmente a questão da saúde que, na época, era e continua sendo a maior demanda em nossa cidade, mas só fez piorar desde que assumiu a prefeitura. O povo nunca sofreu tantos descasos, como faltas de remédios, exames complementares e consultas com especialistas e cirurgias. O tal "QUARTEIRÃO DA SAÚDE" não é o que foi prometido nos discursos, continua sendo apenas o Ambulatório Médico de Especialidades transferido da av. Bertioga para o antigo Hospital Municipal, que só é nos argumentos falaciosos dos "técnicos da saúde"...
O Hospital e Maternidade, tantas vezes prometidos, até hoje não aconteceu e a UPA só serviu para cabides de empregos, roubalheiras e falcatruas. A tão prometida saúde para todos só valeu para os apadrinhados e membros da cúpula do governo, com seus convênios particulares, zombando da boa-fé do povo. Como iriam se preocupar com a saúde dos simples munícipes, se eles mesmos não tem noção da realidade local. Presenciei isso quando estava no Conselho Municipal de Saúde, vendo os próprios conselheiros, que deveriam lutar pelas melhorias na saúde do povo, serem os primeiros à buscar seus próprios interesses, em detrimento da população. Nas plenárias de prestação de contas, ficavam alienados e só sabiam levantar a mão para dizer "amém" para aqueles que roubavam os poucos recursos da saúde, segundo o próprio Ministério Público e o GAECO que investigou e comprovou nossas denúncias fundamentadas.
A entrada e permanência da fatídica organização criminosa OS VITALE, só foi desbaratada depois de intensa participação da sociedade organizada, através dos Xerifes da Saúde que por várias vezes buscou ajuda dos vereadores e esses, "sintonizados" com o governo, sequer deram ouvidos. Denunciamos também a entrada e permanência da Ingex, aliada da OS VITALE, como também as manipulações nos processos Licitatórios, que foi novamente parar nas mãos da justiça.
Por último, ficamos sabendo do processo Licitatório para contratar uma nova co-gestão da UPA e Hospital. As duas empresas, ISSRV e SANTA CASA, estão aguardando os últimos procedimentos, e temos informações de que o processo Licitatório foi suspenso após avaliação das defesas dos candidatos finalistas, referente a itens discordantes entre as propostas e o Edital. Quanto a isso, será feito diligências nas empresas, e nos locais de atuação das mesmas, para apurar se as informações estão corretas. A partir disso deverá ser proclamada a empresa vencedora.
Vamos continuar acompanhando, pois o povo varzino não aguenta mais ser ludibriado por quem se diz representante do povo. Saúde é VIDA, e não pode ser usada para oportunistas mal intencionados levarem vantagens, principal porta de entrada e instalação da corrupção.


Obs.: A matéria acima é de inteira responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Blog Várzea Paulista