Agora é o Refis na "guerra política" entre prefeitura e câmara municipal de Várzea Paulista?

Então... nem bem entramos no último mês de 2019, e comentários de bastidores dão conta que a "guerra política", entre o governo municipal e a câmara de Várzea Paulista, continua dificultando a vida dos munícipes para regularização dos impostos em atraso de pessoas físicas/jurídicas, ao não dar andamento no REFIS, programa de Recuperação Fiscal. Antes disso foi a demora do governo aprovar o Projeto de Lei para aumento do prazo no parcelamento dos impostos atrasados, de 36 para 60 meses. Agora é com o aguardado REFIS, que irá permitir o abatimento de juros e multa na renegociação da dívida dos impostos atrasados. Apesar de alguns indicadores econômicos apontarem uma tímida recuperação de empregos, o desemprego continua complicando a difícil sobrevivência social básica de muita gente e famílias. Portanto, uma "guerra política" entre câmara e prefeitura, que deveriam legislar e executar SEMPRE a favor da população que os colocou no poder, não parece se importarem com as dificuldades sociais dos munícipes. Pelo sim pelo não, o Refis vai ficar "em análise" no Jurídico da prefeitura nesta fase da "suposta" disputa por poder sr. prefeito, quer eleger um sucessor apoiado pelo governo? Os vereadores não querem mesmo ser reeleitos? Oremos!