Marketing politico do governador de SP e as eleições 2020

Enquanto o marketing do governo de São Paulo anuncia que o Instituto Butantã fez parceria com a China para ter vacina contra o Covid-19 em 2021 (primeiro semestre?), o que certamente significa que vai ser usado dinheiro público para pagar por algo que ainda não existe, e quem vai testar será gente do estado de São Paulo, a pandemia continua se alastrando em SP principalmente na capital. Quanto a isso, segundo o site Jornal da Cidade Online, o INAD, Instituto Nacional de advocacia, já protocolou na PGR, Procuradoria Geral da União, representação jurídica contra Dória por crimes contra a humanidade, segurança nacional, sistema financeiro e mercado de capitais, já que a parceria do Instituto Butantã com a empresa chinesa Sinovac Biothec foi formalizada em agosto de 2019, pouco antes do inicio da pandemia, levantando a suspeita de que Dória dispunha de informação privilegiada. O site Jornal da Cidade Online também sugere que, se Dória omitiu essa informação da população, então permitiu criminosamente a realização do carnaval 2020, conforme sugere o vídeo abaixo:

Além disso, tem a questão do contrato de compra de respiradores chineses sendo investigado, assim como as 149 obras da Saúde apontadas pelo TCE como paradas ou em ritmo lento, e também o anúncio do Memorial das vitimas do Covid-19 que supostamente pode ser entendido como jogada de marketing. Ora, segundo uns e outros, depois que Doria disse, pouco antes do carnaval 2020, que a população poderia ficar tranquila quanto ao Coronavírus e que a estrutura da Saúde do governo do Estado estava preparado para atender toda a população, os paulistas podem estar olhando para Dória hoje como se ele fosse um governador que se apresenta como gestor em frente as câmeras de TV, mas que na prática faz só marketing pessoal.

Com o Covid-19 transformando SP e a capital em recordistas de contaminações e óbitos, apesar da dita ciência e medicina propalada pelo Comitê de Contingência no combate ao coronavírus de São Paulo, o eleitorado aparentemente pode estar entendendo como João Doria governa o estado com o PSDB, contando com o apoio do prefeito de São Paulo que tem tomado decisões aparentemente controversas aos paulistanos. O governador João Doria ainda tem a confiança da população paulista para suas futuras pretensões políticas? É só uma pergunta... O vídeo, abaixo do O Antagonista, questiona a capacidade de gestão de Doria:

Neste ano eleitoral 2020, que parece estar longe de ser um ano normal e tradicional de eleições municipais, já era para os políticos estarem em visível, franco e agitado período de articulações partidárias, com reuniões mais frequentes, negociações mais intensificadas e serem assunto nos meios de comunicação e redes sociais, incluindo comentários de quem vai ou não vai disputar as eleições. Entretanto, o Covid-19 colocou o eleitorado em suspenso, impondo quarentena e paralisando uma série de atividades econômicas e sociais. Ainda sem uma perspectiva clara de quando a epidemia irá perder força e quais seus desdobramentos futuros, a data da realização das eleições para prefeitos de vereadores devem ser mantidas para o dia 04 de outubro. Com isso, os bastidores políticos não estão passivos ou em marcha lenta, ao contrário, estão se preparando para as eleições em velocidade de cruzeiro.