Comece a fiscalizar os candidatos

28/09/2020

O jornalista Aparicio Cardozo publicou, no site doShow de Notícias, recomendando que os eleitores procurem conhecer os candidatos, que os fiscalizem desde o inicio destas eleições 2020 e que o voto não seja mercadoria de venda:

"A propaganda eleitoral é aquela que promove o candidato e a sua plataforma eleitoral no âmbito público. Por meio dela, os concorrentes do pleito podem pedir votos aos eleitores. Os candidatos também estão autorizados a pedir votos, fazer campanha chamada 'corpo a corpo', sempre respeitando as normas de combate a pandemia do coronavírus, como o uso de máscaras e evitar contato muito próximo ao eleitor e aglomerações. No entanto, é hora de o eleitor iniciar o seu trabalho investigativo sobre os candidatos, é preciso saber em quem você vai votar e o comportamento do candidato em período eleitoral, vai dizer como será sua atuação caso seja eleito.

A propaganda eleitoral não pode se valer de abuso do poder econômico ou político, ou ainda utilizar indevidamente os meios de comunicação. Ela ainda deverá trazer de forma clara, nas candidaturas aos cargos majoritários - como é o caso dos prefeitos -, os nomes do titular da chapa e de seu vice. Também precisa informar os partidos políticos que endossam a candidatura e, se for o caso, que compõem a coligação. Portanto, se o candidato chegar em sua casa para pedir o seu voto, preste bem atenção em suas propostas, especialmente se ele oferece alguma vantagem ao eleitor, como cesta básica, óculos, dentaduras, carteira de habilitação, padrão de energia, ajuda financeira ou qualquer outra oferta em troca do seu voto.

O seu voto não tem preço, mas vale muito para mudar o seu município e melhorar a sua vida na geração de emprego e renda quando você escolhe bem os administradores do município. Não venda seu voto, mas, principalmente, verifique se algum candidato prefere oferecer vantagens ao invés de oferecer trabalho. O candidato que compra seu voto não tem compromisso nem com você, nem com o seu município e, possivelmente, vai tentar tirar da prefeitura ou da Câmara de Vereadores aquilo que investiu para ganhar seu voto.

Compra de voto é crime, denuncie e não vote nesse tipo de candidato."

Abordagem de Aparicio Cardozo

Fonte: https://www.showdenoticias.com.br/noticia/eleicoes/caixa-dois-crime-comeou-a-campanha-comece-a-fiscalizar-os-candidatos/

Obs.: A matéria acima é de inteira responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Blog Várzea Paulista