Começou a “briga de casal” entre governo municipal e câmara de vereadores de Várzea Paulista

Então... após revisão e aprimoramentos na estrutura do Blog, retornamos com nosso cotidiano politico aqui de Várzea Paulista, sem deixar de estar atento à politica nacional. Enquanto o Congresso Nacional avança na aprovação do Projeto da Previdência, e o STF mais uma vez atraindo atenção e desaprovação dos meios de comunicação e dos brasileiros, aqui em Várzea Paulista o governo municipal partiu para o 'ataque' contra a câmara municipal depois que o empréstimo de R$ 3 milhões foi desautorizado, responsabilizando a câmara pela paralisação de projetos de infraestrutura na cidade como: compra de maquinário, construção de túnel sob a linha férrea para evitar enchentes nos bairros Jd do lar e Primavera e pavimentação da av Bertioga e outras partes. Claro, a câmara municipal reagiu em vídeo explicando a 'realidade' do porque não foi autorizado o empréstimo e denunciando que o governo alegou ter superavit de R$ 13 milhões e que não aplicou devidamente o empréstimo anterior de R$ 5 milhões, autorizado em dezembro 2017, para recapeamento de vias públicas e compra de rolo compactador que até hoje não chegou na prefeitura. Uai! A prefeitura fez 'rolo' com o rolo que já devia ter comprado e  já estar operando?  Comentam nos bastidores que o governo está irritantemente inconsolável, dizem que até com certo viés 'vingativo', pela não aprovação dos empréstimo dos 3 milhões. Embora pareça 'briga de casal', uns e outros acreditam que essa 'rusga' entre as partes vai ter lances turbulentos pela frente... Oremos?