Começou o ”terrorismo” eleitoral na política de Várzea Paulista

Então... o "terrorismo" eleitoral já começou aqui em Várzea Paulista com "notícias" sendo plantadas nas redes sociais e grupos whatsapp, ação típica que pode ser classificada como sendo de "mercenário político" que vive de intrigas, veneninhos perversos e que, teoricamente, não tem nada a perder. Geralmente estão a "serviço" de quem pretende disputar as próximas eleições. Entre esses, tem ex-vereadores que não conseguiram se reeleger, ou que não puderam disputar eleições por estar na sofrência dos direitos políticos suspensos e/ou os que tentaram e também não conseguiram se eleger nas eleições anteriores. Mas estão aí, nas redes sociais e grupos whatsapp, frustrados ou "vendidos", disparando notícias falsas sem nenhum pudor para tentar desmoralizar e, inclusive, derrubar reputações. Tem os que fazem "terrorismo" a seu favor, outros a "pedido" ou "sob encomenda" para colocar "fogo no cabaré". Seja como for, o aspecto moral e ético não existe neste processo, que tende a ficar mais insano à medida que as eleições se aproximam, certamente confundindo o eleitor que acaba optando pelo voto nulo e/ou em branco. Pelo sim pelo não, esses "descompensados" politicamente estão à solta e pouco se importam com a esculhambação política que promovem... Oremos!