Como se tornar uma pessoa mais otimista

Já parou para pensar se as coisas boas e ruins que acontecem ao longo do dia têm o mesmo impacto na sua vida, o mesmo peso? É comum que a gente lembre mais da bronca que levou do chefe do que quando ele nos elogiou publicamente na frente de toda a equipe. E sabe por que isso acontece? Porque somos programados a agir dessa maneira.

Em uma de suas linhas de raciocínio, o psicólogo norte americano Rick Hanson diz que o "nosso cérebro é uma esponja para o que é negativo e um teflon para o que é positivo". Ou seja, desde os primórdios, aprendemos a valorizar mais o que perdemos do que o que ganhamos e, consequentemente, nos tornamos pessoas mais negativas.

"Mas a gente pode, com esforço e por meio da nossa consciência, inverter essa lógica cerebral e nos tornarmos pessoas mais otimistas", diz a coach Tais Targa, ouvida pelo Sempre Família. Segundo ela, pessoas mais positivas vivem mais e desfrutam de uma saúde melhor do que quem só vê o lado ruim das coisas.

Com a ajuda da especialista, elaboramos uma lista com 5 passos para te ajudar a se tornar uma pessoa mais otimista:

1. Pratique a gratidão

Uma ação que pode ajudar (e muito) nesse processo é a prática da gratidão. "Quando a gente exercita a gratidão, consegue mudar o foco de tudo de ruim que aconteceu e colocar o foco nas coisas boas. Um bom começo para adquirir esse hábito é ser grato pela família que você tem, pela casa que conquistou, por ter emprego, pela comida na geladeira", diz Tais Targa.

2. Selecione as companhias

Já aconteceu de você estar para baixo e sair com aquele colega de trabalho que te deixou pior ainda? Pois é, as companhias influenciam bastante na missão de manter o otimismo perante os desafios da vida. Se cerque de pessoas mais otimistas e deixe os pessimistas de lado. Pode ser uma boa hora de fazer aquele "detox" nas amizades. Busque estar perto de quem tem o olhar mais positivo sobre as coisas.

3. Tenha pequenas alegrias diariamente

Pode ser comendo um pedaço do seu chocolate preferido depois do almoço, vendo filmes engraçados ou ligando para aquela pessoa que "te põe para cima", não importa. Os especialistas são unânimes ao afirmar que precisamos ter pequenos momentos de alegria diariamente. Isso vai condicionando o nosso cérebro a aprender a valorizar o que é bom.

4. Consuma conteúdos positivos

Se você já está incomodado com alguma situação, evite "consumir" conteúdos que só agravem ainda mais a sua insatisfação. Por exemplo, se você está descontente com a empresa onde trabalha, ficar lendo as mensagens do grupo de WhatsApp dos funcionários que só falam mal do chefe não vai te ajudar em nada. Procure notícias que te animem e vídeos que te façam refletir sobre o real sentido da vida. Pense nisso!

5. Exercite-se

Encontre uma atividade que te faça feliz. Pode ser uma corrida, um esporte da adolescência ou mesmo uma caminhada que te tire da cama mais cedo e permita que olhe ao redor. E programe-se, também, para fazer coisas boas e divertidas (um passeio, uma viagem, um momento só seu). Não encha a sua agenda só com compromissos e obrigações.

Abordagem de Lucian Haro

Fonte: https://www.semprefamilia.com.br/como-se-tornar-uma-pessoa-mais-otimista/


Obs.: A matéria acima é de inteira responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Blog Várzea Paulista