Correção da publicação anterior, referente ao mandado de segurança na câmara municipal de Várzea Paulista

Então... a publicação de ontem aqui no Sinal de Fumaça, na qual seria mandado de segurança para que a câmara municipal fizesse a leitura do pedido de CEI e cassação do prefeito de Várzea Paulista, não está correta... consultamos o diretor geral da Casa de Leis, dr. Lincoln, e ele explicou que a câmara recebeu NOTIFICAÇÃO solicitando que o presidente do legislativo informe o que ocorreu nos trâmites do Requerimento do ex-conselheiro José Maria dos Anjos. Ora, a juíza apenas indeferiu a Liminar que pedia urgência, colocando no final da Decisão: "NOTIFIQUE-SE a autoridade apontada como coatora do conteúdo da petição inicial, expedindo-se e anexando-se o necessário, a fim de que, no prazo de 10 (dez) dias úteis, preste as suas informações (art. 7o, I, da Lei 12.016/09). Ainda, dê-se ciência do feito ao órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada, para que, querendo, ingresse no feito (art. 7o, II, da Lei 12.016/09). Decorrido o prazo das informações, com ou sem elas, dê-se vista ao Ministério Público, para parecer, no prazo de 10 (dez) dias úteis, voltando, após, conclusos para sentença. Intime-se." Bom, isso significa que a sentença ainda não foi emitida e, portanto, o processo não terminou e continua em andamento. E já tem quem está tentando desacreditar o Blog divulgando que está "mentindo", tal qual tentaram quando foi publicado que os bens do prefeito haviam sido indisponibilizados pela justiça no caso dos DVDs. Com base na Decisão judicial, o Blog está corrigindo a informação aqui e agora. Veja abaixo a Decisão, na integra. Pelo sim pelo não, aparentemente trata-se apenas de um adiamento do que vem pela frente, ou seja: que a justiça determine em sentença que o legislativo coloque o mandado na pauta em sessão pública, ou não... Oremos?