É oficial: Medida Provisória decreta fim da obrigatoriedade da contribuição trabalhista

Então... conforme publicado no O Antagonista, na edição extra do Diário Oficial da União, publicada ontem, o presidente Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória que acaba com as sucessivas tentativas da Justiça do Trabalho de sabotar aquele que é um pilar da Reforma Trabalhista: o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical. Apesar do que havia sido estabelecido pela reforma, o Tribunal Superior do Trabalho e as instâncias regionais vinham autorizando a obrigatoriedade das contribuições decididas por meio de assembleias coletivas - que de coletivas não tinham nada. Participavam delas apenas os suspeitos de sempre, ligados a partidos políticos. A partir de agora, está proibido qualquer desconto de contribuição sindical no salário do trabalhador em folha de pagamento. O trabalhador que desejar fazer o pagamento, deverá fazê-lo por meio de boleto bancário desde que esteja filiado a um sindicato. Portanto, e pelo sim pelo não, quem não quiser pagar contribuição pode ficar tranquilo... Oremos!