Enquanto alguns candidatos, partidos e coligações de Várzea Pta. estão aguardando a Justiça Eleitoral, João Doria, PSDB, continua "tentando" constranger Bolsonaro

22/10/2020

Então... no passado recente, desde 2012, a "política" de Várzea Paulista se envolveu judicialmente em todas as campanhas eleitorais para prefeito, quando, na base do "tudo ou nada", o candidato, partido e coligação faz-de-tudo para vencer as eleições, principalmente tentar tirar a concorrência da disputa eleitoral.

Em 2012 foram impugnadas algumas candidaturas a vereador e a de prefeito do Clemente M. Almeida, PSDB, e um certo "imbróglio" com a última pesquisa eleitoral, supostamente manipulada, que mostrou Juvenal Rossi em primeiro lugar, a ponto de provocar reunião na justiça eleitoral para resolver a questão. Comentam que foi essa pesquisa que fez Juvenal Rossi vencer o candidato do PT, Luiz I. Ranieri.

Em 2016, teve uma contestação do Ministério Público na reeleição do prefeito de Juvenal Rossi, que supostamente usou funcionário público em horário de expediente para movimentar documentação eleitoral no Cartório Eleitoral.

Nestas eleições 2020 já temos alguns pedidos de impugnação de candidatos a vereador e do candidato a prefeito Rodolfo Braga, os quais o Ministério Público deve se manifestar a respeito até amanhã, 23/10, e também a impugnação de todos os candidatos do PDT e o PL impedido de colocar o nome do partido no material de campanha do Jr Aprillanti, por divergências na ATA da Convenção, pela justiça eleitoral.

Segundo comentários nos bastidores e opinião pública, ainda vai ter mais "novidades" até o final da campanha, enquanto é aguardada a esperada pesquisa que, supostamente, vai mostrar Rodolfo Braga na frente dos adversários, e que especulam deverá ser publicada no jornal Novo Dia de Jundiaí. Como até o momento não há publicação da tal pesquisa, especulam se será como foi em 2012, ou seja publicar na última semana da eleições 2020 para tentar "virar o jogo" a favor do candidato a prefeito pelo PSDB.

Comentários informais de bastidores indicam que o inferno astral da coordenação da campanha do PSDB está muito inflamado, e continua bater cabeça para tentar alavancar todas as candidaturas da coligação, enquanto aguardam se o candidato a prefeito, Rodolfo Braga, vai ou não ser impugnado. As apostas na opinião pública é que Rodolfo Braga será impugnado pela justiça eleitoral. E mais, algumas pessoas da coligação acreditam e outras torcem que será impugnado. Vai ser?

Nesse meio tempo, João Doria continua pressionando o Ministério da Saúde na esperança de receber dinheiro para seu projeto da vacina chinesa, a ser produzida pelo Instituto Butantã. Ora, o Ministério da Saúde diz que tem a INTENÇÃO de comprar a vacina, E NÃO A "OBRIGAÇÃO", intenção que Bolsonaro disse estar cancelando, e que qualquer possibilidade de compra, principalmente nos valores a ser cobrado por vacina, não vai acontecer . 

Mas Doria não se deu por vencido... continua fazendo declarações para constranger o presidente Bolsonaro e o ministro da Saúde, inclusive "concedendo prazo" até amanhã, sexta-feira 23/10, para o governo "voltar atrás" e comprar a vacina, como se o governador de SP tivesse suposto "poder" de intimidar o presidente da Republica e o Ministério da Saúde. Doria também insinua acionar o STF para "obrigar" o governo federal a comprar da vacina Coronavac chinesa. Bom, está parecendo que o rabo quer balançar o cachorro, ou é só impressão?