Lei de abuso de autoridade, PF, MP, Frota no PSDB e Contrato emergencial Ingex/Vitale

Errata 16:24h - Correção da data/prazo para Licitação

Então... na semana anterior tivemos entre os assuntos políticos o Projeto de Lei de Abuso de Autoridade provocando um "auê" e especulações nas autoridades policiais, judiciárias, meios de comunicação e sociedade, mas que ainda será analisado pelo Presidente Bolsonaro. Claro, outras turbulências agitaram os bastidores, mas não despertaram tanta atenção quanto os do "stress" da Polícia Federal e Receita Federal, que aparentemente "peitaram" o Presidente na troca de comando no Estado do Rio. Também foi divulgado o "relatório" do Congresso Nacional, que diz que o filho do Presidente não pode ser embaixador por caracterizar nepotismo, além do "noticiário" sobre a avó e mãe da primeira dama. 

O TOP do assunto político-partidário no PSDB está na foto "aquele abraço..." do deputado federal Alexandre Frota em João Dória na "cerimônia de filiação" do deputado no partido. E, claro, nesta semana o assunto "abuso de autoridade" deve ter momentos acalorados com a promessa de veto do Presidente em alguns do Projeto de Lei, o que pode distensionar o "stress" na Polícia Federal e na Receita Federal. 

Mas... e aqui em Várzea Paulista? O governo municipal vai permanecer "intocável" na câmara municipal para renovar o contrato emergencial com a Ingex/Vitale na co-gestão da Saúde, caso não cumpra a determinação da justiça para nova Licitação, cujo prazo vence dia 17/09? Tem menos de 30 dias para cumprir os 60 dias do prazo do MP.  Pelo sim pelo não, comentam nos bastidores que uma suposta "mãe espiritual" de Campo Limpo Paulista "protege" o prefeito e seus "amigos" melhor que os advogados de defesa contratados... Oremos!