Licitação para co-gestão da Saúde em Várzea Paulista na fase final

Então... a Licitação para contratação emergencial da co-gestão da Saúde de Várzea Paulista, já com os recursos da Ingex, Iapp e Argos negados pela COMUL, Comissão Municipal de Licitação, e com o prefeito confirmando a rejeição do recurso da ISSRV, o processo agora está na fase final. Permanecem na disputa a ISSRV e a Santa Casa de S.B.Campo, agora para a abertura do envelope 2 de cada concorrente para avaliação do plano de trabalho e preço proposto para co-gestão. Agora é só aguardar qual será a proposta declarada vencedora para atuar pelos próximos 180 dias. De qualquer forma, a Ingex/Vitale deixa a co-gestão da Saúde encerrando um capítulo amplamente condenável, que inclui o pagamento de propina aos gestores municipais da Saúde e da comunicação, para que, espera-se, a cidade tenha uma co-gestão de qualidade na Saúde pública voltada para a população, com presteza, excelência no atendimento e sem pagamento de propina a qualquer agente público que seja. Mesmo porque o MP e Gaeco ainda está investigando a Vitale e os ex-gestores municipais exonerados, que "supostamente" receberam propina. Espera-se que a nova co-gestão da Saúde não venha a ser, no futuro, considerada suspeita e com indícios de algum "malfeito" embutido na co-gestão e, claro, que realize um isento, ótimo e eficiente trabalho em favor da população. Pelo sim pelo não, vamos que vamos e... Oremos!