Mais uma Conta Municipal 2016 de Várzea Paulista REJEITADA pelo TCE, agora é a do FUSSBE

Então... nesta reta final de 2019, o governo municipal fecha o ano com mais uma REJEIÇÃO DE CONTAS, desta feita a do FUSSBE do funcionalismo público de Várzea Paulista, referente ao ano de 2016. É surpresa? Não! Segundo muitos uns e outros, injuriados nos bastidores da administração pública, o governo tem se pautado por escândalos de corrupção, tanto os conhecidos como os em segredo de justiça, e um a mais ou a menos no portfólio da "competência" gestora do prefeito e sua equipe executiva, não muda o que os bastidores e a opinião pública pensa a respeito. Bom, a sentença, que transitou em julgado e pode ser vista no arquivo abaixo, concluiu que: "Diante da seriedade da situação atuarial da FUSSBE, a postergação dos recolhimentos devidos possui o condão de deteriorar ainda mais o quadro apresentado. Ainda neste contexto, as inadimplências do Executivo e Legislativo Municipal além de intensificam a gravidade do problema exposto motivaram, também, a condição de ausência de Certificado de Regularidade Previdenciária válido durante parte do exercício de 2016. Frente à alarmante cenário, a falta de implementação das recomendações do atuário somente corroboram para o juízo de irregularidade das presentes contas. Ante ao exposto, nos termo da Resolução nº 03/2012 deste Tribunal de Contas, JULGO IRREGULARES as contas do exercício de 2016 do FUNDO DE SEGURIDADE SOCIAL E DE BENEFÍCIOS DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DE VÁRZEA PAULISTA."

Aparentemente, este atual governo municipal se superou no ranking de arbitrariedades e escândalos cometidos desde quando assumiu o poder em 2013, fazendo corar de vergonha os governos anteriores da cidade e os governos municipais de toda a Região. E mais... falando mal do governo anterior do PT que, certamente, não teve nenhum escândalo com os deste atual governo. Pelo sim pelo não, como vai ser em 2020? Oremos?