Semana termina com Moro pedindo investigação do presidente da OAB, áudio divulgado pela PF, e ex-prefeito do PT desmentindo o atual prefeito de Várzea Paulista

Então... a semana termina com o circo político continuando a pegar fogo...: 

1) O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, pedindo que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, abra uma investigação contra o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que afirmou em entrevista no dia 26 de julho, à jornalista Monica Bergamo, da Folha de São Paulo, que Moro "usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas". Claro, essa declaração pode caracterizar crime de calúnia. 

2) Ontem pela manhã começou a viralizar o áudio do grampo da PF sobre um integrante da cúpula de facção criminosa, no qual o interceptado menciona que não tem diálogo com o atual governo como tinha com o PT, ou seja: um diálogo 'cabuloso'. Com isso, a direita aproveita e acirra ainda mais a demonização da esquerda, da mesma forma que a esquerda demoniza a direita por 'Lula Livre', na base do "nós contra eles". A TV Record fez a reportagem abaixo:

3) Bom, aqui em Várzea Paulista, o prefeito Juvenal Rossi "reativou" em vídeo o discurso de que o governo anterior do PT deixou um "legado maldito", para tentar convencer a opinião pública de que a culpa pela sua desastrada gestão municipal, com a chegada do MP, Gaeco, PF, condenações e indisponibilidade dos bens do prefeito, em seus vários escândalos da "suposta" corrupção em secretarias/unidades gestoras desde que assumiu a prefeitura, deve-se ao PT. Oras, o ex-prefeito Eduardo reagiu indignado, divulgando um vídeo desmentindo o atual prefeito Juvenal Rossi, e diz que "Várzea Paulista está há 7 anos sob a gestão do atual prefeito que, ao invés de trabalhar e buscar recursos, culpa os governos anteriores pelo atraso em que ele colocou a cidade. E, para piorar, ainda envolve o nome de Várzea Paulista em escândalos de corrupção como nunca visto ante na história da região, e que o povo quer resultados e não desculpas esfarrapadas". Segundo uns e outros, a opinião pública sabe muito bem a diferença entre o governo anterior do PT e este atual governo municipal

A próxima semana tem todos os ingredientes para ficar pior...