O governo municipal, os vereadores de Várzea Paulista e a O.S. Vitale... ainda...

Como é do conhecimento da opinião pública, no ano passado, o GAECO esteve em Várzea Paulista, a pedido do MP de Campinas, onde está concentrada as investigações contra a empresa OS Vitale, empresa que presta serviços em diversas cidades. Na época foram apreendidos diversos documentos e computadores, e muitas pessoas diziam que não ia dar em nada e continuaram pensando assim até a delação do ex-diretor da empresa co-gestora da Saúde: UPA e Hospital Municipal de Várzea Paulista.

Após longos meses de calmaria, parece que as nuvens negras continuam rondando as cabeças de 2 dos gestores da maior confiança e apreço do prefeito e vimos, de forma vergonhosa, vexatória e em rede nacional, o nome da cidade ser ligado ao escândalo na delação do ex-diretor da O.S. Vitale.

Claro que os envolvidos, e muitos do governo, continuam negando, dizem não haver provas. Mas há um porém, um detalhe: após o Gaeco apreender os documentos foram meses de investigação, será que o MP se daria ao trabalho de tomar depoimentos sem possíveis provas? Será que precisam de provas maiores de que algo não está certo na Saúde?

Tivemos vários recursos para a Saúde vindo através de deputados, inclusive um dos recursos foi bem específico, que era para compra de medicamentos. Mas ainda nos deparamos com a "insuperável" falta de medicamentos nas Farmácias, e a com resposta da gestora de Saúde para os munícipes irem pegar seus remédios na farmácia popular.

Ora, se o governo diz não conhecer o diretor que fez a delação, então "alguém" do governo deve conhecer. Ou não? Contudo, as investigações certamente não devem apurar apenas os pagamentos de propina em troca de um contrato com a prefeitura, mas também de desvio de dinheiro que, de certa forma, explica o caos que a Saúde tem apresentado com a falta de médicos, especialistas, medicamentos, insumos hospitalares, demora nos exames, etc.

De acordo com a gestora da pasta, "a Saúde da cidade tem 98% de aprovação", entretanto Várzea Paulista  não deve ser a cidade a que ela se refere. Portanto, nada mais horrível e vergonhoso saber que Várzea Paulista tem sido notícia negativa com a publicação nas redes sociais de imagens whatsapp mostrando corrupção entre agentes públicos e OS Vitale, que alguns dizem ser "fake" Um dos "supostos" acusados diz que temos que ter orgulho da nossa cidade... mas, que orgulho ter com o que acontece?

Mas não pára por aí, tem também a forma duvidosa de como são aprovadas as Contas da Saúde, onde alguns relatórios foram protocolados no Fórum pelo ex-Conselheiro de Saúde, José Maria dos Anjos, nos quais o MP já aceitou as denuncias e determinou abertura de Inquérito, entre outros, que envolvem contratos com a OS Vitale.

Diante de tal repercussão vergonhosa não se tem pronunciamento de algum vereador. Mais do que um pronunciamento, uma atitude, coisa que a população tem esperado durante todo esse tempo e ainda não viu. Espera-se que diante de tais ocorrências, os vereadores parem de ficar grosso na tribuna e resolvam fiscalizar para fazer valer os votos recebidos.

Os vereadores dizer que a Saúde está mal em todo o país, usando isso como desculpa para não se fazer nada, já não engana mais o povo. Deveriam mostrar que podem ser diferentes, tirar a Saúde de Várzea Paulista da UTI, e serem exemplos ao povo. Mostrem que podem ser vereadores diferenciados, comprometidos com o povo, e não vereadores de gabinete, de eventos festivos e dos próprios interesses pessoais...