O partido e o fundo eleitoral municipal 2020

Então... sancionado dia 17/01, o fundão eleitoral garantirá R$ 2 bilhões para partidos financiarem a campanha de seus candidatos a prefeitos e vereadores nas eleições municipais. Neste ano de 2020, 33 partidos vão receber:

  • PT - R$ 204,6 milhões

  • PSL - R$ 201,1 milhões

  • MDB - R$ 151 milhões

  • PP - R$ 138,2 milhões

  • PSD - R$ 136,3 milhões

  • PSDB - R$ 129,8 milhões

  • DEM - R$ 114,5 milhões

  • PL - R$ 113,6 milhões

  • PSB - R$ 109,1 milhões

  • PDT - R$ 106,7 milhões

  • Republicanos - R$ 98,7 milhões

  • Podemos - R$ 83 milhões

  • PTB - R$ 46,4 milhões

  • SD - R$ 46 milhões

  • PSol - R$ 40,6 milhões

  • Pros - R$ 37,1 milhões

  • Novo - R$ 36,6 milhões

  • Cidadania - R$ 35,6 milhões

  • Patriota - R$ 35,1 milhões

  • PSC - R$ 33,2 milhões

  • PCdoB - R$ 30,9 milhões

  • Avante - R$ 28,1 milhões

  • Rede - R$ 28 milhões

  • PV - R$ 20,5 milhões

  • PTC - R$ 11,3 milhões

  • PMN - R$ 7,8 milhões

  • DC - R$ 3,9 milhões

  • PRTB - R$ 1,2 milhão

  • PSTU - R$ 1,2 milhão

  • PCB - R$ 1,2 milhão

  • PCO - R$ 1,2 milhão

  • PMB - R$ 1,2 milhão

  • UP - R$ 1,2 milhão

Claro, provavelmente nem todos os diretórios municipais receberão verba do fundo partidário para a campanha eleitoral de seus candidatos, principalmente se cada partido "priorizar" seus interesses conforme o "potencial" de cada cidade no Estado. Mesmo que o diretório estadual envie verba para a campanha municipal, geralmente a coordenação municipal usa a verba com destaque para a campanha do candidato a prefeito, entregando aos candidatos vereador somente "santinhos" e cartazes. Aqui em Várzea Paulista, por exemplo, segundo comentários nos bastidores, alguns dos pré-candidatos a prefeito devem desistir da disputa se não conseguirem verba do fundo e/ou ser vice em outra chapa com recursos suficientes para a campanha eleitoral. Pelo sim pelo não, estão perguntando na opinião pública: se o diretório municipal do partido receber participação do fundo eleitoral, a verba vai ser TODA usada na campanha eleitoral? Ou não? Oremos?