Pesquisa eleitoral ainda “convence” eleitores em Várzea Paulista?

10/11/2020

Então... o Jornal de Jundiaí publicou dia 07/11, sábado p.p., uma nova pesquisa eleitoral realizada nos dias 3 e 4 de novembro com 400 eleitores em Várzea Paulista, que parece contrariar as encomendadas pela coligação do PSDB, na qual o candidato a prefeito teria "virado" a preferência do eleitorado a seu favor, amplamente divulgada e "comemorada" pelos apoiadores e militância. A pesquisa está registrada no TSE sob nº 00472/2020, com margem de erro de 4,86% e nível de confiança de 95%, mostrando o candidato do PSDB em empate técnico com o candidato do PSB, ambos com cerca de 29% da preferência do eleitorado. 

De certa forma, o que pode decidir esse cenário seriam os votos de 13,7% dos eleitores consultados que não souberam, evitaram ou não quiseram responder, ou que talvez estejam "indecisos". Bom, sabe-se que a maior vitima das pesquisas eleitorais é o eleitor, que aparentemente pode ser induzido na escolha em quem votar, principalmente com as pesquisas, supostamente manipuladas, mostrando determinado candidato na frente dos demais, e que incluiria prévia intenção de enganar os eleitores, em evidente desrespeito, segundo se comenta nos bastidores. 

Ora, segundo comentários, alguns não publicáveis, circulando livres e soltos nos grupos whatsapp privados e conversas particulares, dentro e fora do governo municipal e comitês eleitorais, tem candidato acreditando que consegue enganar os eleitores, inclusive os atuais vereadores que querem se reeleger, bem como candidatos a vereador que continuam em plena campanha eleitoral com registro indeferido pela Justiça Eleitoral. 

Então, a questão a ser esclarecida é: os "políticos" ainda conseguem "convencer" os eleitores? Dia 15/11 a questão será conferida nas urnas...