Prefeito de Várzea Paulista “convidado” a prestar esclarecimentos na Câmara Municipal sobre o escândalo da corrupção na Saúde

Então... o presidente da câmara municipal aqui de Várzea Paulista enviou  o Ofício 79/2019, que disponibilizamos no final deste Sinal de Fumaça, ao prefeito municipal, convidando-o para comparecer à sessão pública do legislativo manhã, terça-feira, 11/06 à 19h, e prestar esclarecimentos sobre o escândalo da vinda do Gaeco para investigar corrupção na gestão da Saúde, envolvendo diretamente os gestores da Saúde e o da comunicação (veja o vídeo aqui). Sabe-se que a ex-gestora da Saúde pediu espontaneamente a exoneração do cargo, demonstrando dignidade, e já não aparece mais no site da prefeitura. O outro gestor, o da comunicação, não se sabe exatamente, tudo indica que foi ou será apenas "afastado". Na primeira vez que o Gaeco veio, seguido da delação do ex-diretor da Vitale incriminando ambos os gestores, o prefeito optou por manter os dois no cargo enquanto o processo estava em andamento. Seja verdade ou não, com a vinda do Gaeco aparentemente ficou insustentável a permanência do gestor da comunicação no cargo, considerado nos bastidores não como o "chefe" da "orcrim", mas como o "operador do esquema", segundo muitos uns e outros. 

Quanto a isso, a opinião pública parece estar revoltada com a permanência do gestor de comunicação no cargo, inclusive não aceitando que ele só seja afastado do cargo, mas que seja exonerado, em um movimento que já circula nas redes sociais e praticamente em todos os grupos Whatsapp na cidade. Entretanto, o prefeito parece se manter em silêncio a respeito, segundo comentários nos bastidores. Pelo sim pelo não, estão especulando se a ex-gestora de Saúde, sendo presa, faria uma delação premiada que, acredita-se, pode derrubar todo o governo municipal... Oremos? Não carece...