O PT está no Rumo Certo?

Então... com Lula preso há 1 ano, o PT se mantém sob controle do ex-presidente, que orienta as ações do partido onde, de um lado tem os que estão propensos a fazer uma reestruturação e modernização do PT e, do outro lado os que querem manter a atual estrutura organizacional e política, com Lula no comando mesmo estando preso. Mesmo sendo uma questão estritamente partidária, o mundo político tem prestado atenção nos movimentos internos do PT e como isso pode influir em cada partido. No site do O Estado de São Paulo tem uma abordagem de como o PT está hoje, e que diz o seguinte: 

"... o ex-presidente Lula continua mandando no PT. Por meio de bilhetes, cartas ou nomeando porta-vozes, o ex-presidente dá as orientações para o partido, que obedece. [...] De sua cela, Lula emitiu a ordem de que o PT deve deixar para o segundo semestre as discussões sobre a escolha da próxima direção partidária, marcada para novembro, e concentrar na reforma da Previdência sua atuação como oposição a Bolsonaro. Este vai ser o foco do partido nos próximos meses. [...] a principal intervenção feita pelo ex-presidente nos últimos dias foi em relação à disputa interna do PT. Na semana passada, ele chamou o deputado José Guimarães (PT-CE), que tenta construir uma candidatura à presidência da sigla, para uma conversa em Curitiba. "Ele apontou três questões centrais para o PT em 2019: o foco agora são a reforma da Previdência e a soberania. O debate sobre a renovação do partido fica para o segundo semestre", disse o deputado. Além disso, Lula agiu como bombeiro na escalada de atritos entre o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Segundo aliados de ambos, a rivalidade continua, mas o clima melhorou. Raramente algum petista questiona as orientações do ex-presidente. Em público, nunca. Para analistas, a incapacidade do PT de andar com as próprias pernas um ano depois da prisão de Lula pode ser ruim para o partido no futuro. "Essa relação do PT com seu líder é perigosa porque nega a renovação. Ainda mais quando este líder não pode se comunicar", disse o cientista político Carlos Melo, do Insper." 

Pelo sim pelo não, o PT está no rumo certo? Oremos... todos estão observando!