Reta final das campanhas eleitorais em Várzea Paulista

09/11/2020

Pois é... restando hoje e mais 5 dias de campanha eleitoral, os candidatos estão apostando suas últimas fichas para cair nas graças do eleitorado e conseguir ser eleito. Para prefeito, os 2 candidatos, que disputam a liderança das "pesquisas" eleitorais, ainda estão com o registro da candidatura sob análise da Justiça Eleitoral, onde o candidato do PSB teve seu processo sobrestado (suspenso) ou seja: paralisação do andamento do processo por algum motivo. 

Nestes dias derradeiros da campanha eleitoral, o candidato a prefeito pelo PSDB é o alvo dos intensos ataques adversários, que pode derreter o que resta de confiança do eleitorado e dos próprios militantes, em meio às denuncias de corrupção e endividamento do governo municipal, R$ 114.446.197,92, muito superior ao que deixou o governo anterior do PT, segundo publicado na edição 854 do jornal A Verdade Regional. Ora, o principal argumento, repetido insistente e regularmente pelo prefeito e equipe executiva, inclusive por vários vereadores, sempre foi o de que o atual governo "herdou" a divida anterior do PT, supostamente com o pretexto de mascarar e desviar a atenção pública da inépcia da atual administração pública, segundo especulações. 

No governo anterior do PT não se viu os escândalos que este atual governo protagonizou, com o Gaeco (policia anticorrupção) e Polícia Federal investigando e recolhendo documentos, e com secretários exonerados por suposto recebimento de propina na Saúde. Segundo comentários e especulações nos bastidores e opinião pública, o que certamente pode estar "aterrorizando" o governo municipal seria o candidato da "oposição" vencer estas eleições, fazer uma auditoria com "pente fino" e denunciar na Justiça o atual governo das "coisas" que supostamente cometeram e tentam manter "escondido". 

Comentários dentro e fora do governo apostam na certeza que esta semana promete ser, segundo uns e outros, como uma especie de purgatório para o candidato do PSDB, enquanto ele e apoiadores (que inclui o prefeito e gestores municipais) tentam "convencer" o eleitorado da sua suposta "honestidade" e a do próprio governo municipal, nestes 8 anos governando Várzea Paulista, com tudo o que aconteceu de escândalos e "supostas" corrupções... Nestes dias finais da campanha eleitoral, os eleitores indecisos, que estão se mantendo à margem da disputa, certamente sabem quem deve ser eleito como próximo prefeito