Stress silencioso no governo de Várzea Paulista

Então... pelos comentários nos bastidores e opinião pública aqui em Várzea Paulista, inclusive como consta na "pauta" da reunião com os vereadores aliados do governo municipal na terça-feira, antes da sessão pública do legislativo, ninguém sabe o que contém os autos da investigação do Ministério Público sobre o escândalo da corrupção na gestão da Saúde com a O.S. Vitale. Os procuradores não concedem acesso aos documentos, mantidos em segredo de justiça. Ora, isso deve manter todos os diretamente investigados, no caso os gestores exonerados, em estado de intensa e deprimente tensão emocional, bem como os que ainda não se sabe estarem também envolvidos, no caso supostamente alguns vereadores, agentes públicos e, talvez, outros gestores municipais. O ponto de interrogação que aumenta a taquicardia de uns e outros na equipe executiva do governo, Conselho de Saúde e legislativo, é se a ex-gestora de Saúde vai delatar todo o "esquema", ou não. Enquanto isso, ontem à tarde correu nos grupos de whatsapp um boato de que o Gaeco estaria na casa do gestor do Trânsito... era alarme falso, o gestor é pastor evangélico e não é para estar envolvido em qualquer tipo corrupção. Pelo sim pelo não, segundo uns e outros, o nível deprimente de stress silencioso contaminou não só o governo municipal e o legislativo, mas também seus adversários ansiosos que estão na espera do "deus no comando" terminar de cobrar a fatura da "suposta" corrupção na Saúde, para depois cobrar as "outras"... Oremos!