Tempos sombrios para Várzea Paulista

Com as mídias e redes sociais, as informações chegam às claras, mesmo em tempos sombrios.

Desde 2017 quando o GAECO esteve em Várzea Paulista para busca e apreensão de documentos sobre a "Orcrim" VITALE, na operação Ouro Verde, os tempos se tornaram obscuros para esse governo que, desde 2013, tem suas irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

À partir de junho de 2018, com as fiscalizações, auditorias e denúncias fundamentadas levadas ao MP/GAECO, pelo ex-conselheiro do Conselho Municipal de Saúde, José Maria Dos Anjos, os tempos ficaram cada vez mais claros para a população e sombrios para o governo, que teve seus bens penhorados, com provável perda de direitos políticos e perda de mandato; dois gestores (Mônica da Saúde e David da comunicação) e mais dois agentes públicos - o tal Calico, aquele que "articulou a expulsão do conselheiro do COMUS), e também a psicóloga Joyce - estão exonerados por desvios de conduta.

Não bastasse tudo isso, surge agora mais uma denúncia gravíssima que passou "batido" aos olhos dos mui competentes vereadores. Em Dezembro/2017 aprovaram um empréstimo de 5 milhões para o governo (aliás, desgoverno), fazer recapeamentos e comprar uma máquina (rolo compressor); e pasmem vocês, o presidente da Câmara acabou de denunciar em vídeos que o governo descumpriu ou desviou aqueles recursos que a Câmara aprovou.

As redes sociais não está perdoando os nobres vereadores e, com legitimidade, estão sendo cobrados, como representantes do povo, por postura e apuração deste desmando do governo. Agora os vereadores não vão poder negar cumprir com suas obrigações de legislar. Chegou a hora de mostrarem para seus eleitores que podem deixar de serem incompetentes e começarem à trabalhar, mesmo com o final do mandato se aproximando...

Abaixo segue alguns dos comentários circulando nos grupos Whatsapp da cidade:

- Boa noite amigos, isso se trata de uma denúncia gravíssima! Aliás no vídeo gravado pelo presidente da Câmara Municipal de Várzea Paulista e seu vice eles acusam o governo de não apresentarem a máquina rolo compactador que era previsto no projeto do empréstimo que foi aprovado pela Câmara! Se eles têm como provar isso deveria denunciar no MP ou estariam prevaricando uma vez que legítimos para propor ação Civil pública isso é muito grave!

- Caracteriza sim !! Ate pq um convenio que foi aprovado para compra de maquina .... Só pode ser usado pra compra de maquinas

- Com relação a compra da máquina, o empréstimo foi para compra, se o objeto do empréstimo foi esse, o dinheiro só pode ser usado para tal . Não faz sentido o dinheiro estar em caixa e a máquina não ter sido comprada, a prefeitura tem sim que prestar conta e responder por isso .

- Não tem álibi! O projeto deve ser executado com lisura não é possível burlar ou emitir qualquer item daquilo que foi apresentado ao legislativo! Mas por outro lado não justifica os representantes do povo! Vereadores ficarem reclamando que foram enganados e não cumprirem com sua obrigação de fiscalizar e denunciar nos órgãos competentes no caso MP.

- O governo tinha que ter comprado uma tal máquina (rolo compressor)....

- A câmara não pode esperar que a população tome iniciativa popular nos órgãos competentes, eles foram eleitos para isso. Seria inútil a câmara de vereadores se a população tiver que fazer o papel que compete ao legislativo! Se fizeram a acusação deverão denunciar no MP!

O governo municipal, que finge não existir "suposta" corrupção em "algumas unidades gestoras", parece estar se superando como recordista TOP de improbidade na história da cidade, com os vereadores fingindo que não é "problema" deles!


Obs.: A matéria acima é de inteira responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Blog Várzea Paulista