Vacinação contra Influenza (gripe)

23/03/2020

O Ministério da Saúde iniciou a Campanha Nacional de Vacinação 2020 contra a Gripe: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2)Em 2020, até 14 de março, foram registrados 165 casos e 13 óbitos por Influenza A (H1N1), 139 casos e 14 óbitos por Influenza B e 16 casos e 2 óbitos por Influenza A (H3N2). O estado de São Paulo concentra o maior número de casos de H1N1, com 42 casos e 2 óbitos. No ano passado, o país registrou 5.800 casos e 1.122 óbitos pelos três tipos de influenza. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe envolve as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com recursos da União, das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.

A partir de 23 de março, primeira etapa da Vacinação 2020, os públicos prioritários são idosos e trabalhadores da saúde. A campanha foi iniciada com os idosos, pois eles estão mais suscetíveis ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). A vacina contra a gripe não evita o coronavírus, mas os protege do vírus influenza (causador da gripe), facilitando a diferenciação entre gripe e Covid-19. Desta forma, caso posteriormente o indivíduo que recebeu a vacina apresente sintomas como tosse e falta de ar, ao depender de outros critérios, o médico pode solicitar exame para verificar a presença de coronavírus. A vacina contra a gripe também impede uma sobrecarga do sistema respiratório, o que agravaria um eventual ataque de coronavírus.

A partir de 16 de abril, segunda etapa da campanha, atenderá doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento.

A partir de 9 de maio, terceira e última etapa, irá priorizar crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

O dia "D" de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio (sábado). Nesta data, os 41 mil postos de saúde ficarão abertos para atender todos os grupos prioritários.

Aqui em Várzea Paulista, a gestão de Saúde definiu 8 escolas para atendimento, das 8 às 15h30 horas:

1. CEMEB Prof.ª Juvelita Pereira da Silva

Endereço: Rua Montes Claros, 50

Vacinação referente à população da USB Vila Real e UBS América IV;

2. CEMEB Florestan Fernandes

Endereço: Rua Deolinda Carezatto Sutti, 190

Vacinação referente à população da UBS Cidade Nova;

3. CEMEB Armindo Francisco de Oliveira

Endereço: Av. Pacaembu, 971

Vacinação referente à população da UBS Paulista e UBS América III;

4. CEMEB Paulo Freire

Endereço: Rua Vitório Spinucci, 667

Vacinação referente à população da UBS Promeca;

5. CEMEB Vereador Pedro Musselli

Endereço: Rua Alberto De Oliveira, 20

Vacinação referente à população da UBS Cruz Alta e UBS Alessandra;

6. CEMEB Rosa Nanni Fioresi

Endereço: Rua Itaoca, 40

Vacinação referente à população da UBS Popular e UBS Buriti;

7. CEMEB Prof. Oswaldo Camargo Pires

Endereço: Rua Turiassu, 9

Vacinação referente à população da UBS Marajó e UBS Bertioga;

8. CEMEB Prof.ª Beatriz de Oliveira Campos

Endereço: Rua São Paulo, 279

Vacinação referente à população da UBS Santa Terezinha