Várzea Paulista continua sendo notícia negativa na Região

Então... a tentativa de retirar a segurança pública do ministério da Justiça pareceu ter indícios de suposto sucesso, mas fracassou do mesmo jeito que a tentativa da troca do ministro da Educação. Mesmo com a pressão insana da banda que quer tumultuar o governo federal, Bolsonaro voltou atrás e contrariou as expectativas da turma do contra. Ele declarou: "O Brasil está indo muito bem. Segurança pública, os números indicam que está indo no caminho certo, e a minha máxima é: em time que está ganhando não se mexe." Com isso, o presidente descartou a divisão do ministério de Sergio Moro, uma proposta que, ontem, ele havia prometido estudar. Se foi uma estratégia para identificar quem estava articulando e envolvido no desgaste do ministro Moro, então deu certo. Enquanto isso, aqui em Várzea Paulista o governo municipal continua sendo o mesmo de sempre. Quando assumiu a prefeitura em 01/01/2013, o atual prefeito afirmou no dia da posse na Câmara Municipal que iria tirar a Saúde da UTI, culpando o governo anterior do PT, reforçando a promessa de campanha de que a Saúde seria sua prioridade. Desde então, a falta de medicamentos nas farmácias dos postos de Saúde passou a ser crônica, a fila para exames aumentou, não foi sequer resolvido a falta de médicos, foi denunciada a corrupção na co-gestão da Saúde com a OS Vitale e hoje, em 7 anos de governo e seus escândalos na administração pública, a Saúde Pública de Várzea Paulista continua sendo noticia negativa nos meios de comunicação com a enorme fila para marcar consulta com clinico geral na UBS Vila Popular, e com o descaso na manutenção patrimonial da UBS Jd Paulista no vídeo da TV Tem. Pelo sim pelo não, destacamos o vídeo de 4 anos atrás sobre a falta de mediamentos, que continua até hoje... Oremos! Muito mesmo...